1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Copa 2014

Preparo físico será o maior trunfo dos EUA, afirma Joachim Löw

Mateus Silva Alves - Enviado especial a Salvador - O Estado de S. Paulo

25 Junho 2014 | 15h 19

Treinador acredita que o calendário da MLS beneficia o elenco rival 

O técnico Joachim Löw está convencido de que a partida contra os Estados Unidos, nesta quinta-feira, em Recife, será muito complicada para a Alemanha. E não apenas porque o treinador do time norte-americano, Jürgen Klinsmann, obviamente conhece a fundo a equipe alemã. Segundo Löw, os Estados Unidos têm um preparo físico excelente, dos melhores da Copa do Mundo, e isso poderá ter grande influência no jogo.

"Os Estados Unidos estão muito bem preparados fisicamente", comentou Löw em entrevista coletiva concedida na tarde desta quarta-feira na Arena Pernambuco, local da partida de quinta. "Nós vimos nos dois primeiros jogos deles no Mundial o nível de preparo em que estão. O ponto de partida para nós é estar tão bem fisicamente quanto eles."

Segundo o comandante da equipe alemã, o fato de a MLS (liga norte-americana) ter um calendário diferente do europeu - a temporada começa em março e termina em novembro - foi um trunfo para os Estados Unidos, já que a maior parte do elenco norte-americano é formada por jogadores que atuam no país e eles foram liberados por seus clubes para fazer uma preparação longa para a Copa.

Patrik Stollarz/AFP
Técnico alemão acredita que o calendário da MLS beneficia os EUA

"A liga dos Estados Unidos não tem 11 meses, então em janeiro Jürgen teve quase todos os jogadores a sua disposição (para um período de treinos) e isso foi uma grande vantagem", argumentou. Löw não quis relevar a escalação do time que jogará nesta quinta-feira, mas é provável que ele mantenha a formação que iniciou a partida contra Gana, no sábado. Se isso ocorrer, Schweinsteiger continuará no banco, com Khedira formando a dupla de volantes com Lahm.

Copa 2014