Stuart Franklin / Reuters
Stuart Franklin / Reuters

Presidente do Bayern diz que definiu nome de novo técnico e contou a Guardiola

Uli Hoeness teria contado quem seria o novo treinador ao espanhol durante Oktoberfest em Munique

Estadão Conteúdo

04 Outubro 2017 | 10h02

O nome do novo técnico do Bayern de Munique está definido e Pep Guardiola já sabe quem é. Nesta quarta-feira, o presidente do clube alemão revelou ter escolhido quem será o substituto de Carlo Ancelotti e explicou que comentou sobre o assunto com o treinador espanhol, que foi o antecessor do técnico italiano.

 + Astro do Bayern critica Ancelotti: 'Meu filho de 9 anos tem técnico melhor'

Na última quinta-feira, a diretoria do Bayern anunciou a demissão de Ancelotti, apenas um dia depois de o time perder para o Paris Saint-Germain por 3 a 0, na França, no segundo jogo do clube na Liga dos Campeões da Europa. Ancelotti permaneceu por 14 meses à frente do Bayern, tendo sucedido Guardiola, que dirigiu o clube alemão entre 2013 e 2016, depois se transferindo para o Manchester City.

Hoeness se encontrou com Guardiola durante a Oktoberfest em Munique e revelou que definiu o nome do substituto de Ancelotti. "Foi um encontro completamente amigável. Mas, claro, falamos de negócios. Eu também disse a ele quem apresentaremos nos próximos dias, e ele aprovou", disse o dirigente ao Abendzeitung, um jornal de Munique.

+ Tudo sobre a Liga dos Campeões

O presidente do Bayern não deu indicativos de quem foi o escolhido para assumir o comando do time. Mas Thomas Tuchel, que hoje está desempregado e dirigiu o Borussia Dortmund entre 2015 e 2017, sendo campeão da Copa da Alemanha na última temporada, é apontado como o favorito pela imprensa alemã para assumir o comando do time.

O Bayern vive um início de temporada irregular. O time está em segundo lugar no Campeonato Alemão, a cinco pontos do líder Borussia Dortmund. Na Liga dos Campeões, até estreou com vitória sobre o Anderlecht, mas sofreu a acachapante derrota para o PSG. O time voltará a jogar em 14 de outubro, diante do Freiburg, pelo torneio nacional.

Mais conteúdo sobre:
Bayern de Munique Josep Guardiola

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.