Presidente do Cruzeiro admite negociação com o Botafogo para ter Sassá

Atacante está afastado do clube carioca por casos de indisciplina

O Estado de S.Paulo

23 Maio 2017 | 20h26

O Cruzeiro inaugurou um novo centro de treinamento para as categorias de base na Toca da Raposa I nesta terça-feira, mas a presença do presidente Gilvan de Pinho Tavares na cerimônia fez com que o assunto fosse outro. Após seu discurso, o dirigente foi bastante questionado sobre a situação do clube no mercado, especialmente sobre a possibilidade de contratar Sassá junto ao Botafogo.

Diante dos seguidos casos de indisciplina e dos últimos afastamentos no clube carioca, o Cruzeiro apareceu como possível nova casa para o jogador. E Gilvan admitiu o interesse. "Em relação ao Sassá, já teve um princípio de conversa, há possibilidade de a gente fazer a negociação. Mas ainda está em andamento, não tem nada definido", disse.

Se Sassá interessa ao Cruzeiro, Neilton parece definitivamente fora dos planos. Emprestado ao São Paulo, o jogador está encostado no time paulista, que teria tentado devolvê-lo ao clube mineiro. Em meio a esta indefinição, o Vitória procurou os dirigentes celestes e manifestou o desejo de contratar o atacante para este Brasileirão.

"Houve uma consulta do Vitória a respeito do Neilton. Estamos conversando. Ontem estive com o presidente do Vitória por muito tempo em uma reunião na Confederação Brasileira de Futebol, mas, como a reunião tratava de outras coisas, assuntos interessantes, acabei não tendo tempo de conversar com ele. Conversei com ele altas horas da noite, quando cheguei a Belo Horizonte, e ficamos de conversar novamente. Me disse que assim que tiver condição ele vai ligar, conversar também com o Bruno (Vicintin, vice de futebol) para ver se caminha na negociação favorável de o Vitória levar o Neilton. Estamos em conversas", confirmou Gilvan.

Entre as possibilidades, o presidente só descartou a contratação de um novo lateral-direito para a vaga de Mayke. "Eu conversei isso com o nosso treinador, e ele acha que não há necessidade. Ele acha que o Lennon tem condição de, dentro de pouco tempo, dar conta do recado, e o Ezequiel está voltando, já está fazendo treinamento no campo e, dentro de poucos dias, vai estar em condição de jogo. Depois, a gente viu perfeitamente, o Romero jogou muito bem contra o São Paulo e que o Hudson foi super bem no segundo tempo contra o Sport."

Mais conteúdo sobre:
Futebol futebol Cruzeiro Botafogo Sassá

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.