Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Esportes

Esportes » Primeiros adversários da seleção batalharam na Primeira Guerra

Futebol

Esportes

futebol

Primeiros adversários da seleção batalharam na Primeira Guerra

Elenco do Exeter City, da Inglaterra, participou do conflito logo depois de ter enfrentado o Brasil em amistoso no Rio de Janeiro

0

Ciro Campos,
O Estado de S. Paulo

10 Junho 2014 | 07h00

Depois do retorno da viagem ao Brasil, onde fizeram o primeiro jogo da história da seleção brasileira, parte dos jogadores do Exeter nunca mais teve a mesma vida. Mesmo antes de desembarcarem na Inglaterra, começou a Primeira Guerra Mundial (1914-1918) e muitos daquele elenco foram chamados a se alistar ao Exército Britânico.

O clima de guerra foi sentido pelos jogadores antes mesmo de atracarem no porto. "O bote em que estavam foi atingido pela marinha britânica por engano. Foi um grande susto e um aviso de como andava tenso o ambiente na Europa", contou o historiador da Universidade de Exeter William Barrett.

Dos 20 atletas presentes à excursão, alguns foram para os campos de batalha, mas retornaram do conflito seriamente feridos e nunca mais puderam jogar futebol.

"Nenhum deles morreu na guerra, mas houve jogadores que tiveram uma das pernas amputadas, fora outros que retornaram para casa incapazes de voltar a praticar esporte", explicou o historiador.

Dos titulares do amistoso com o Brasil, por exemplo, quatro serviram o Exército na França, um ficou na Inglaterra para trabalhar em uma fábrica de munições, de outro nunca mais se teve notícias e mais dois participaram do Batalhão do Futebol, formado por atletas de vários clubes ingleses.

Três jogadores do elenco que não participaram da excursão à América do Sul morreram ao longo dos quatro anos de conflito, além de outros sete ex-atletas do clube. Durante a Guerra, todos os campeonatos ficaram suspensos por dois anos. Somente em 1919 o Exeter City retomou as atividades.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.