1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Problemas do passado fazem Palmeiras iniciar o ano com desconfiança

- Atualizado: 11 Fevereiro 2016 | 07h 01

Time tem dificuldades para criar e chegar com qualidade no ataque

O Palmeiras começou o ano cheio de empolgação. Além de ter mantido a base do time campeão da Copa do Brasil, ainda se reforçou com alguns dos destaques do futebol brasileiro do ano passado, como o atacante Erick. Entretanto, o início de temporada não está sendo exatamente como os torcedores esperavam e os problemas do ano passado parecem continuar. Tudo isso faz com que o sinal de alerta seja ligado, já que o time estreia na Libertadores na semana que vem.

No empate com o Oeste, em São José do Rio Preto, o time palmeirense insistiu nos cruzamentos para a área e errou muitos passes, problemas crônicos no ano passado. Nem mesmo o fato de colocar Dudu centralizado e Robinho e Gabriel Jesus caindo pelas pontas surtiu efeito, como na decisão da Copa do Brasil.

O problema é que Dudu parece ter um início de temporada muito melhor do que seus companheiros de ataque. Robinho a cada jogo piora tendo que jogar caindo pelos lados e Gabriel Jesus também tem decepcionado nessas primeiras rodadas.

Palmeiras decepciona e só empata com o Oeste
Palmeiras decepciona e só empata com o Oeste

A expectativa é que, em breve, o técnico Marcelo Oliveira comece a fazer testes do meio para frente e dê mais oportunidades para Erik e Régis, que têm se destacado nos treinamentos e podem ser boas opções para a melhora na criação das jogadas.

A dupla Jean e Arouca deve ser fixada como titular, pelo menos até que Gabriel esteja totalmente recuperado. Já na defesa, a zaga ainda passa insegurança e neste caso, o treinador não tem muito como fazer mudanças, já que conta com opções instáveis. Leandro Almeida, que seria a primeira opção hoje, deixou o time justamente após uma falha individual no jogo contra o São Bento.

Para o jogo contra o Linense, sábado, a tendência é que vá a campo um time inteiramente reserva. Será uma boa oportunidade para Marcelo Oliveira ver novas opções e, quem sabe, já apresentar novidades na equipe no jogo de terça-feira, contra o River Plate, no Uruguai.

 

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em EsportesX