1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Copa 2014

Psicóloga chega para ajudar Brasil a controlar os nervos

LEANDRO SILVEIRA - Agência Estado

01 Julho 2014 | 14h 38

A psicóloga Regina Brandão chegou na manhã desta terça-feira na Granja Comary, em Teresópolis (RJ), onde a seleção brasileira se concentra durante a disputa da Copa do Mundo. Ele foi convocada pelo técnico Luiz Felipe Scolari para ajudar os jogadores da equipe a manterem o controle emocional durante os momentos de tensão na competição.

No último sábado, quando o Brasil se classificou para as oitavas de final da Copa ao derrotar o Chile por 3 a 2 na disputa de pênaltis, após empate por 1 a 1, no Mineirão, chamou a atenção o choro de diversos jogadores, casos do capitão Thiago Silva e do goleiro Julio Cesar, antes do início das cobranças.

Na última segunda-feira, durante uma conversa informal com alguns jornalistas, Felipão afirmou que a comissão técnica concluiu que o maior problema do time é a cabeça dos jogadores. E o treinador disse ter claro que, se conseguir controlar o estado emocional dos atletas, a seleção vai voltar a jogar um bom futebol.

Assim, Regina Brandão está novamente na concentração da seleção para ajudar os jogadores a controlarem os nervos, às vésperas do duelo com a Colômbia, sexta-feira, em Fortaleza, pelas quartas de final da Copa. Tudo para que o time entre em campo mais tranquilo e pronto para desenvolver o seu futebol nesse decisivo confronto.

Essa, porém, não é a primeira vez que a seleção recebe a visita de Regina Brandão. Logo no início da preparação da seleção para a Copa, no final de maio, a psicóloga esteve em Teresópolis, conversou com os jogadores e traçou o perfil de cada um deles. Agora, ela volta para ajudar os atletas da seleção em um momento de afunilamento do Mundial.

Copa 2014