Ralph Orlowski/Reuters
Ralph Orlowski/Reuters

Quase um mês após atentado, Bartra volta a treinar no Borussia Dortmund

Zagueiro teve que passar por cirurgia na mão depois de ser atingido em ataque ao ônibus do clube alemão

Estadão Conteúdo

10 Maio 2017 | 12h18

O treinamento desta quarta-feira do Borussia Dortmund trouxe uma ótima notícia ao seu torcedor. O zagueiro espanhol Marc Bartra foi liberado e voltou a participar das atividades, quase um mês após passar por uma cirurgia na sua mão direita e no pulso em razão dos ferimentos sofrido em ataque ao ônibus do clube.

Para o deleite de Bartra e dos seus companheiros, o espanhol participou sem qualquer restrição da atividade desta quarta-feira no CT do Borussia Dortmund, no seu primeiro trabalho desde o incidente em 11 de abril.

Além de Bartra, a outra novidade do treino desta quarta foi o meia turco Nuri Sahin, que realizou o seu primeiro trabalho físico desde que sofreu uma lesão no tornozelo na partida contra o Borussia Mönchengladbach, disputada em 22 de abril.

No dia 11 do mês passado, horas antes de o Borussia Dortmund receber o Monaco em duelo válido pelas quartas de final da Liga dos Campeões da Europa, o ônibus do clube foi alvo de um atentado. E o maior atingido pelo ato foi Bartra, que sofreu fratura no braço direito nas explosões próximas ao ônibus da equipe alemã.

Ele foi operado e passou alguns dias internado. Agora, retomou a rotina de treinamentos no Borussia Dortmund, ainda que sem uma previsão sobre quando voltará a jogar. Neste fim de temporada, o clube tem três compromissos nos próximos sábados, diante de Augsburg e Werder Bremen, ambos pelo Campeonato Alemão, e contra o Eintracht Frankfurt, na decisão da Copa da Alemanha.

Alguns dias após o atentado, a polícia prendeu um cidadão alemão-russo, acusado de ser o responsável pela ação. De acordo com os investigadores, a motivação para o ataque foi financeira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.