1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail
Futebol Internacional

Real aluga Bernabéu para show e evita final do Barcelona em Madri

- Atualizado: 16 Fevereiro 2016 | 09h 19

Merengues não queriam catalães levantando taça em seu estádio

O Real Madrid não queria permitir que o Barcelona comemorasse o título da Copa do Rei no Santiago Bernabéu e conseguiu vetar o estádio para a final da competição, realizada sempre em jogo único, em campo neutro. Nesta terça-feira, uma promotora de shows anunciou que o astro Bruce Springsteen fará uma turnê pela Espanha e passará pelo Bernabéu em 21 de maio, exatamente a data marcada para a final da Copa do Rei, entre Barça e Sevilla.

O local da decisão da torneio mata-mata entre clubes espanhóis tem se transformado em problema nos últimos anos. O palco da decisão é definido apenas após que os finalistas são apontados e costuma ser interesse de ambos jogar no maior estádio possível, garantindo maior venda de ingressos e maior renda - que é dividida entre os finalistas.

No ano passado, o Barcelona fez final contra o Athletic Bilbao e os dois clubes, de regiões separatistas da Espanha, queriam jogar no Santiago Bernabéu. O Real Madrid vetou, alegando que o estádio passaria por reformas, e a Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF) teve que escolher entre o Camp Nou e o San Mamés, optando pelo campo do Barça.

Estádio Santiago Bernabéu, do Real Madrid
Estádio Santiago Bernabéu, do Real Madrid

Desta vez, novamente Barcelona e Sevilla queriam o jogo no Santiago Bernabéu, que é o maior palco neutro e iria gerar uma receita maior. A maioria dos torcedores do Real Madrid, entretanto, não quer ver Barcelona ganhar um troféu em seu estádio novamente. Foi o que aconteceu em 1997 na final da Copa do Rei, contra o Betis. Desde então, o Barcelona nunca mais jogou uma final da Copa do Rei no Bernabéu.

A imprensa espanhola diz que, com o show de Bruce Springsteen no Santiago Bernabéu, também fica vetado o Estádio Vicente Calderón, do Atlético de Madrid, uma vez que a cidade não comporta dois eventos tão grandes simultâneos - dezenas de milhares de torcedores devem se deslocar a Madri. Além disso, o Calderón não é tão moderno e tem capacidade para 55 mil espectadores, 30 mil a menos do que o Bernabéu.

O Sevilla, diferente do Athletic Bilbao, já disse que não pretende aceitar jogar no Camp Nou, maior estádio da Espanha. Da mesma forma, o Barça deve vetar o Estádio Olímpico de La Cartuja, em Sevilha. Ficaria sobrando só a opção de jogar no Mestalla, em Valência, onde ocorreu a final de dois anos atrás, entre Real Madrid e Barcelona. Nos últimos 11 anos, só o Mestalla, o Camp Nou, o Calderón e o Santiago Bernabéu receberam finais.

Futebol Internacional
Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em EsportesX