1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Copa 2014

Recordista, Tim Howard lamenta a eliminação dos EUA

Fernando Faro - enviado especial a Salvador - O Estado de S. Paulo

01 Julho 2014 | 21h 22

O goleiro foi eleito o melhor jogador da partida, defendeu 20 vezes, mas disse que nada disso importa diante da saída dos EUA da Copa

Tim Howard fez literalmente tudo o que esteve ao seu alcance para evitar a derrota dos Estados Unidos para a Bélgica, mas foi incapaz de levar os norte-americanos às quartas de final da Copa do Mundo. Ainda assim, recebeu o reconhecimento e foi escolhido como o melhor jogador da partida, algo que acabou sendo menor diante da tristeza pela eliminação.

"Nada disso realmente importa para mim porque é esse o meu papel, é parte do trabalho. Machuca quando perdemos, não importa que eu tenha feito 20 defesas ou nenhuma", afirmou o jogador, que fez 16 intervenções durante a partida, um recorde em Copas.

A performance memorável arrancou elogios até dos adversários; logo depois da partida, o capitão belga Kompany usou o Twitter para elogiar o desempenho do jogador. "Duas palavras: TIM HOWARD. #respeito", postou o zagueiro, cuja mensagem foi replicada milhares de vezes pelos internautas.

Marcio Jose Sanchez/AP Photo
O goleiro de 35 anos não falou em despedida da seleção

Aos 35 anos, Howard deve ter feito a sua última Copa pela seleção, mas por enquanto não fala em despedida. Ao projetar o futuro, ele as dificuldades de passar da fase de grupos, elogiou os jogadores jovens e disse esperar a mesma "fome" deste Mundial. "Este é um grupo jovem e nós voltaremos. Estamos famintos; experimentamos como é enfrentar os melhores jogadores do mundo, os melhores da Europa. Espero que nós voltemos para termos mais disso".

Copa 2014