1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Recuperação rápida do volante Arturo Vidal surpreende Chile

O Estado de S.Paulo

07 Junho 2014 | 07h 00

Jogador da Juventus operou o joelho direito há um mês, mas deve estar pronto para jogo de estreia contra a Austrália, dia 13

Peça fundamental no meio de campo, Arturo Vidal é a grande esperança (e incógnita) da seleção chilena, que já está em Belo Horizonte para a disputa da Copa do Mundo. O time está concentrado na Toca da Raposa II, CT do Cruzeiro.

Esperança porque Vidal, de 27 anos, é um dos melhores volantes da atualidade. Tem vigor físico para marcar e ir ao ataque – não é à toa que fez 18 gols pela Juventus na última temporada.

O problema: há um mês, Vidal operou o joelho direito para corrigir um problema no menisco. Dizia-se que, no mínimo, ele ficaria de fora do jogo de estreia contra a Austrália, dia 13.

Por isso surpreendeu a decisão do técnico Jorge Sampaoli de colocar Vidal em campo nos 13 minutos finais do último amistoso preparatório antes da Copa, realizado na quarta-feira (vitória por 2 a 0 diante da Irlanda do Norte).

“Assombra a recuperação de Vidal, sabemos que ele recuperou em quase toda a totalidade sua massa muscular, já corre em alta intensidade”, disse Sampaoli antes do amistoso, disputado em Valparaíso.

Durante a Copa, Vidal usará a 8. No jogo contra a Irlanda do Norte, ele entrou no segundo tempo na vaga do ídolo palmeirense Valdivia, que será o camisa 10 do Chile no Mundial.

Paulo Fonseca/EFE
Arturo Vidal, volante do Chile, treina em Belo Horizonte

A última temporada de Vidal na Juventus se mostrou excelente. Foi campeão do Italiano e se destacou tanto que passou a ser cobiçado pelo Real Madrid. Segundo a imprensa europeia, o atual vencedor da Liga dos Campeões estaria disposto a pagar 50 milhões de euros para tirá-lo da Juve, além de envolver Fábio Coentrão ou Marcelo na negociação.

Se o Chile ambiciona chegar ao menos nas oitavas de final é imprescindível ter Vidal 100%. O Grupo B é dos mais complicados, com Espanha e Holanda – os dois finalistas da Copa de 2010. 

Susto. Alexis Sánchez, companheiro de Neymar no Barcelona, deu ontem um “susto” na delegação chilena. Sentiu dores no ombro direito e passou por exames de ressonância magnética. 

Segundo um comunicado da federação do Chile, o atacante não tem lesão, mas foi detectada uma inflamação no local. 

  • Tags:

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo