Gilvan de Souza/Flamengo
Gilvan de Souza/Flamengo

Recuperado, Diego treina normalmente no Flamengo para enfrentar a Chapecoense

Meia está fora da equipe rubro-negra já faz três jogos

Estadão Conteúdo

12 Maio 2018 | 21h18

O meia Diego, do Flamengo, treinou normalmente neste sábado e mostrou que está totalmente recuperado de lesão. Em atividade no CT da Chapecoense, adversário deste domingo, às 16h, na Arena Condá, em Chapecó (SC), pela quinta rodada do Brasileirão, o jogador realizou exercícios de coordenação e agilidade com os preparadores físicos do clube.

+ Mogi das Cruzes vence o Flamengo em casa e avança pela 1ª vez à final do NBB

+ Eliminação do Flamengo no NBB encerra carreira vitoriosa de Marcelinho Machado

O atleta travava contusão no músculo posterior da coxa direita e está fora a três partidas. O camisa 10 sentiu incômodo após o jogo contra o Santa Fé, da Colômbia, dia 18 de abril, pela Libertadores. O zagueiro Rhodolfo, que não atua há mais de três semanas, também foi relacionado.

Outra novidade no Flamengo é o atacante Paolo Guerrero, que deve ser titular pela primeira vez depois de ficar suspenso sete meses por doping. O peruano voltou aos gramados no domingo passado. Entrou no segundo tempo da partida contra o Internacional, no Maracanã.

Contra a Chapecoense neste domingo, o rubro-negro visa manter a liderança do campeonato. São 10 pontos ganhos, em três vitórias e um empate. O técnico Maurício Barbieri vai escalar equipe alternativa para o confronto.

Diego Alves, Réver, Lucas Paquetá e Éverton Ribeiro sequer viajaram para Chapecó. Foram preservados para o duelo contra o Emelec, do Equador, quarta-feira, no Maracanã, pela Libertadores.

Confira a lista de relacionados do Flamengo:

Goleiros: Cesar, Thiago e Yago.

Laterais: Pará, Renê, Rodinei e Trauco.

Zagueiros: Juan, Léo Duarte, Rhodolfo e Thuler.

Meio-campistas: Cuéllar, Diego, Ederson, Jean Lucas, Jonas e Willian Arão.

Atacantes: Geuvânio, Guerrero, Henrique Dourado, Lincoln, Marlos Moreno e Vinícius Júnior.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.