Recuperado, Wagner diz estar pronto para voltar ao Vasco contra o Avaí

Meia sofreu um problema na coxa direita, sofrido na derrota para o Corinthians

Estadão Conteúdo

06 Outubro 2017 | 14h54

O técnico Zé Ricardo deve contar com um importante reforço para escalar o Vasco diante do Avaí na próxima quarta-feira, em Florianópolis, pelo Campeonato Brasileiro. O meia Wagner se recuperou de uma lesão muscular, voltou aos treinos esta semana e se colocou à disposição para encarar a equipe catarinense.

"Estou recuperado e treinando há alguns dias. Fico feliz. Foram dois jogos apenas torcendo. Espero voltar melhor do que eu estava naquela boa sequência. Tive até sorte porque o Campeonato Brasileiro parou em virtude da seleção e estou tendo tempo para treinar e recuperar o ritmo. Estarei do mesmo nível dos companheiros na hora que retornar", garantiu.

Wagner se recuperou de um problema na coxa direita, sofrido na derrota para o Corinthians, que o deixou fora das partidas contra Sport e Chapecoense. Em meio a diversas lesões na temporada, o meia garantiu que desta vez retornará diferente das outras, mais preparado. "Não vou ter tanto problema com o ritmo de jogo, como foi nas outras vezes que estive fora por lesão, até porque voltava e já tinha jogo na quarta ou no domingo. Vai dar para chegar 100% nesse jogo."

O Vasco sentiu a falta de Wagner e teve suas piores atuações sobre o comando de Zé Ricardo diante de Sport e Chapecoense, em dois empates por 1 a 1. O meia, porém, considerou normal esta oscilação e preferiu exaltar a melhora defensiva da equipe, que tomou apenas três gols nos últimos quatro jogos.

"Quando o Zé chegou, queria melhorar a zaga, em primeiro lugar. Evoluímos bastante nesse setor. Antes, a gente levava três gols por partida. Agora, chegamos a ficar alguns jogos sem sofrer gols. Foi um passo positivo. A prioridade hoje é a parte ofensiva. O ataque pode errar, a defesa não. Temos que começar a nos cobrar e diminuir o número de chances perdidas", considerou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.