Reforços, Emerson Sheik e Rodrigo estão fora da estreia da Ponte contra o Sport

Contratações para o Brasileirão não estarão à disposição do técnico Gilson Kleina

Estadão Conteúdo

11 Maio 2017 | 19h06

Mesmo já treinando na Ponte Preta, tanto o atacante Emerson Sheik, ex-Flamengo, como o zagueiro Rodrigo, ex-Vasco, não vão estrear neste domingo diante do Sport, na abertura do Campeonato Brasileiro. O jogo está marcado para o estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP), a partir das 16 horas.

Emerson Sheik teve o seu registro confirmado pelo BID (Boletim Informativo Diário) da CBF, porém já avisou que precisa de pelo menos duas semanas para entrar em forma física. Rodrigo não está registrado, mas treinou nesta quinta-feira pela primeira vez.

O técnico Gilson Kleina, no entanto, é cauteloso. Ele prefere usar neste início de competição os jogadores que vinham atuando pelo Campeonato Paulista. Adiantou também que dá opção para escalar jogadores que estejam 100% em condições por causa da intensidade dos jogos.

Como os jogadores ganharam folga na última quarta-feira após a viagem para a Argentina, onde o time garantiu vaga na segunda fase da Copa Sul-Americana ao empatar com o Gimnasia y Esgrima por 1 a 1, o treino desta quinta foi leve. O grupo ainda sente o desgaste pela maratona de jogos na reta final do Paulistão. O time para a estreia no Brasileirão deve ser confirmado após os treinos previstos para esta sexta.

A comissão técnica, por outro lado, não conta com o meia-atacante Clayson, que está sendo negociado com o Corinthians. A Ponte Preta receberia uma compensação financeira além do empréstimo do garoto Claudinho, de 20 anos, considerado uma das promessas corintianas e que vinha atuando pelo Ituano.

REFORÇOS

A chegada de Rodrigo é mais um reforço para a defesa, que sofreu duas baixas. Uma definitiva, a outra parcialmente. A saída de Fábio Ferreira é de vez porque ele teve o seu contrato rescindido e vai reforçar o Criciúma na Série B do Brasileiro.

Do outro lado, Yago passou por uma cirurgia de artroscopia no joelho direito, lesão sentida no primeiro jogo final do Paulistão diante do Corinthians, em Campinas. A cirurgia foi realizada pelos médicos do clube paulistano, que detém os direitos federativos do atleta. A sua volta é estimada em 45 dias.

Outro reforço confirmado para o setor defensivo é Luan Peres, ex-Red Bull Brasil e que tem vínculo com o Ituano. Ele começará a treinar na próxima semana.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.