Renato faz elogios, mas lamenta 'inocência' de reservas em derrota do Grêmio

Tricolor gaúcho perdeu por 4 a 3 para o Sport, no Recife

Estadão Conteúdo

29 Maio 2017 | 10h54

O técnico do Grêmio, Renato Gaúcho, disse que a derrota do time para o Sport no último domingo, por 4 a 3, de virada, na Ilha do Retiro, pelo Campeonato Brasileiro, pode ter sido causada pela "inocência" de alguns dos jogadores que estavam em campo. Poupando titulares, o time gaúcho chegou a abrir dois gols de vantagem em menos de 20 minutos de jogo, mas sofreu a virada com direito a hat-trick de André.

"Tivemos probleminhas e perdemos o jogo ali. A inocência de muitos jogadores e o ritmo de jogo de outros. O Grêmio tem uma garotada boa e a gente tem que soltar eles", disse o treinador que, apesar das críticas e da derrota, se disse orgulhoso da exibição do time. "Saio orgulhoso dos garotos. Eles honraram a camisa do Grêmio. A gente poderia ter saído com resultado melhor, mas não aconteceu. São coisas do futebol", completou.

Para Renato, seria imprudente escalar os titulares para o jogo em Pernambuco por causa da partida da próxima quarta-feira, quando o Grêmio enfrenta o Fluminense no Rio de Janeiro, pela partida de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. O time gaúcho venceu o primeiro jogo por 3 a 1 em Porto Alegre, no dia 17 de maio. "O pessoal está muito desgastado, qualquer um deles poderia ter uma lesão muito séria e nós teríamos um prejuízo muito grande para quarta-feira", avaliou o treinador.

O resultado tirou o Grêmio da liderança e encerrou a sequência de vitórias do time nas primeiras rodadas no Brasileirão. Com seis pontos em três jogos, o time é o terceiro colocado, um ponto atrás de Corinthians e Cruzeiro. "O torcedor quer ganhar sempre e eu também quero isso, mas nem sempre é possível. O Grêmio está disputando três competições e estamos muito bem em todas elas", ressaltou o técnico.

Depois do jogo contra o Fluminense na quarta-feira, o Grêmio volta a campo pelo Brasileirão no domingo, em casa, às 16 horas, contra o Vasco, pela quarta rodada do torneio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.