Lucas Uebel / Grêmio FBPA
Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Renato vê derrota sem peso para Libertadores e Grêmio chega ao Equador para duelo

Treinador admitiu que Palmeiras mereceu vencer na Arena do time gaúcho

Estadão Conteúdo

23 Outubro 2017 | 11h26

Depois de optar por escalar um time cheio de reservas e colocar em campo apenas o atacante Luan e o volante Michel da equipe hoje considerada titular do Grêmio, o técnico Renato Gaúcho negou que a derrota por 3 a 1 sofrida diante do Palmeiras, neste domingo à tarde, em Porto Alegre, vai influenciar de forma negativa os seus comandados para o confronto de ida da semifinal da Copa Libertadores, nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), contra o Barcelona de Guayaquil, no Equador.

+ Valentim exalta Palmeiras após nova vitória, mas vê margem para 'melhora grande'

"Ninguém gosta de perder, meu grupo não gosta de perder, nossa torcida não gosta de perder, mas para quarta-feira não influencia nada. No voo (para o Equador) só tem Barcelona (para pensar), só tem o nosso jogo pela Libertadores", afirmou o comandante, em entrevista coletiva, na qual em seguida lembrou que o "Grêmio é o único representante do futebol brasileiro na competição". "Não é nenhuma desculpa, mas esse jogo fica aqui dentro da arena (gremista)", enfatizou.

Embora tenha escalado um time cheio de reservas, Renato admitiu que a atuação do Grêmio foi muito ruim diante dos palmeirenses, cujo desempenho também foi enaltecido pelo comandante. "O Palmeiras mereceu a vitória, nós temos de saber admitir isso. Era nosso adversário direto. Aconteceu", analisou Renato.

O treinador ao menos teve como consolo o fato de que pôde contar com os retornos de Luan, que se recuperou de uma lesão muscular na coxa direita e já havia atuado contra o Corinthians no meio de semana, e o volante Michel, que voltou ao time após passar por uma artroscopia no joelho. O último deles, porém, ainda não tem presença garantida como titular na quarta-feira, pois realizou apenas uma partida após se recuperar da cirurgia e ainda busca a melhor condição física.

NO EQUADOR

Após o jogo do último domingo, o elenco do Grêmio voo rumo ao Equador e desembarcou na madrugada desta segunda-feira em Guayaquil, após cerca de sete horas de uma desgastante viagem. Devido ao cansaço provocado pelo longo percurso, por sinal, o clube chegou a distribuir um papel aos torcedores gremistas que estavam no mesmo avião, pedindo aos mesmos o "favor de não assediar os atletas dentro da aeronave e manter silêncio para que os mesmos descansem".

Nas tardes desta segunda-feira e de terça, o time gremista fará dois treinos de preparação para o duelo de quarta-feira, em Guayaquil, onde a equipe tentará abrir vantagem antes do confronto de volta das semifinais, marcado para o dia 1º de novembro, em Porto Alegre.

Mais conteúdo sobre:
futebol Grêmio Renato Gaúcho

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.