Gilvan de Souza/Flamengo
Gilvan de Souza/Flamengo

Réver lamenta desfalques; Diego treina, mas não vai pegar o Flu

Flamengo não vai contar com Paolo Guerrero, Trauco e Cuellar no clássico diante do Fluminense

Estadão Conteúdo

11 Outubro 2017 | 16h10

O zagueiro Réver, do Flamengo, lamentou as ausências prováveis dos jogadores que estiveram com as suas seleções para a disputa das rodadas finais das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa de 2018 no clássico com o Fluminense, nesta quinta, às 17 horas, no Maracanã, pela 27.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Mas o defensor procurou apoiar os possíveis substitutos dos peruanos Paolo Guerrero (atacante) e Trauco (lateral-esquerdo), além do volante colombiano Cuellar.

+Classificação do Campeonato Brasileiro

"Na verdade, vão ser perdas muito grandes, mas temos confiança nos jogadores que vão entrar. A gente vem sofrendo a ausência desses jogadores com as convocações. Dificilmente, quem entrar no time vai fazer com que um Paolo (Guerrero) possa ser esquecido pela torcida, pela força e história que ele tem. Mas quem entrar vai dar o seu melhor. Espero que nos consigamos suprir a ausência desses jogadores com o que temos aqui", ponderou o zagueiro em entrevista coletiva no CT Ninho do Urubu, nesta terça, no Rio de Janeiro.

 

Réver acredita que uma vitória no Fla-Flu será muito importante para a reabilitação do time rubro-negro no Brasileirão - a equipe flamenguista perdeu para a Ponte Preta e empatou com o Avaí nas duas últimas rodadas - e ainda para apagar a decepção da torcida após a perda da Copa do Brasil para o Cruzeiro. Mas o defensor também sabe que uma derrota poderá piorar a situação da equipe no Nacional.

 

"Sabemos que é sempre bom você vencer clássicos. Isso não vai minimizar a dor que o torcedor vem sentindo por tudo que aconteceu nestas semanas e também a nossa dor. Até porque é difícil tentar explicar você não vencer em que estava superior ao seu adversário. Mas a gente tem que virar logo essa chave em busca dessas vitórias para o torcedor confiar no nosso trabalho. Pode te trazer dias melhores ou te colocar lá embaixo", avaliou Réver.

 

DIEGO FORA - O elenco do Flamengo treinou nesta quarta-feira, no Rio. Além de Guerrero e Trauco, o técnico Reinaldo Rueda também não poderá contar com o meia Diego, que se recupera de uma lesão na coxa esquerda. O meio-campista voltou a treinar com bola nesta quarta, mas ainda não reúne condições ideais para atuar e foi descartado do confronto com o Fluminense.

 

Antes de tentar se recuperar para jogar o clássico, Diego havia sido cortado dos dois últimos jogos que a seleção brasileira disputou pelas Eliminatórias da Copa, depois de ter sido convocado pelo técnico Tite para defender o time nacional contra a Bolívia, em La Paz, e Chile, no Allianz Parque, em São Paulo. Ele se lesionou em jogo contra a Ponte Preta, em Campinas, um dia antes de se apresentar ao treinador, no último dia 3, quando foi desconvocado.

 

Desta forma, é possível que o treinador flamenguista coloque em campo nesta quinta-feira a seguinte escalação para enfrentar o rival tricolor carioca: Diego Alves; Pará, Rhodolfo, Juan e Renê; Márcio Araújo, Willian Arão e Éverton Ribeiro; Berrío, Vizeu (Lucas Paquetá) e Everton.

 

Provável desfalque, Guerrero só chegará ao Rio nesta quinta-feira pela manhã, depois de ter cumprido compromissos comerciais nesta quarta em Lima, no Peru, onde na última terça à noite marcou, de falta, o gol que deu à seleção do seu país o empate por 1 a 1 com a Colômbia na rodada final das Eliminatórias. O resultado assegurou aos peruanos a quinta posição do qualificatório e a consequente participação na repescagem mundial que valerá uma vaga na Copa do Mundo de 2018.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.