1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Futebol Internacional

Ribéry e Benzema são absolvidos após escândalo sexual

AE-AP - Agência Estado

30 Janeiro 2014 | 14h 09

Juiz que avaliou o caso considera que não há provas suficientes para condenar os jogadores

PARIS - O meia Franck Ribéry, do Bayern de Munique, e o atacante Karim Benzema, do Real Madrid, foram absolvidos nesta quinta-feira da acusação de terem solicitado e pago pelos serviços de uma prostituta menor de idade. O juiz francês que avaliou o caso decidiu que não havia provas suficientes de que os jogadores estavam cientes de que Zahia Dehar, hoje com 21 anos, era menor de idade na época.

Ribéry e Benzema, que não participaram do julgamento, poderiam ser condenados a até três anos de prisão se fossem considerados culpados. Zahia Dehar foi até Munique como um presente de aniversário para Ribery em 2009, quando ela era menor de 18 anos. Ela diz que mentiu para os jogadores e disse a eles que era adulta. Dehar também não estava presente no julgamento.

Embora Ribéry tenha admitido que fez sexo com Zahia Dehar, ele afirmou que não pagou por isso, e que não sabia se tratar de uma prostituta e de uma menor de idade na época. Benzema negou todas as acusações. O jogador é acusado de ter pago US$ 678 para fazer sexo com Zahia Dehar em maio de 2008, na noite em que foi eleito o melhor jogador francês do ano, quando ainda defendia o Lyon. Zahia Dehar tinha 16 anos na época.

A prostituição é legal na França, mas as prostitutas devem ser maiores de 18 anos. O caso de escândalo sexual eclodiu em julho de 2010, quando um juiz francês abriu acusações preliminares contra eles.

Ribéry, indiscutivelmente, teve o melhor momento da sua carreira na última temporada, quando ajudou o Bayern a faturar os títulos do Campeonato Alemão e da Liga dos Campeões. E, no início de janeiro, acabou ficando em terceiro lugar na Bola de Ouro da Fifa, premiação dada ao melhor jogador do futebol mundial no ano, que acabou sendo recebida por Cristiano Ronaldo. Já Benzema marcou seu centésimo gol pelo Real Madrid na semana passada.

Futebol Internacional