Rafael Arbex
Rafael Arbex

Ricardo Oliveira vê possível renovação com a equipe do Santos

"Para mim era um grande desafio no Santos", diz atacante

DANIEL BATISTA, O Estado de S. Paulo

22 Março 2015 | 13h17

Ricardo Oliveira voltou ao Brasil cercado de desconfiança após ficar muitos anos atuando nos Emirados Árabes. Por isso, fez um contrato com valores pequenos e válido até o fim do Paulista com o Santos. Após cinco gols marcados e boas atuações, falar de renovação com o clube parece algo inevitável, até porque, concorrentes começam a cobiçá-lo. O jogador acredita que renovar com um contrato mais vantajoso seria um tipo de reconhecimento do clube.

"Para mim era um grande desafio que eu havia aceitado quando vim para o Santos. Abri mão da parte financeira completamente só para realizar o sonho do meu filho, que era ver o pai jogando aqui. E ele está orgulhoso de me ver fazendo tantos gols. Meu trabalho está sendo bem feito e a renovação é um reconhecimento do que estou fazendo", comentou o atacante, autor do gol da vitória do Santos sobre o Audax por 1 a 0, neste sábado, no Pacaembu.

O técnico do time alvinegro, Marcelo Fernandes, também faz coro e pede a permanência do jogador de 34 anos. "O teste do Ricardo Oliveira já acabou. Desde que eu era auxiliar, para mim, já acabou. A diretoria é inteligente e está sabendo disso. Com certeza, vai renovar o contrato dele. Isso já foi pedido faz tempo", contou o treinador.

E para aumentar ainda mais a pressão em cima da diretoria para renovar seu contrato, Ricardo Oliveira marcou um golaço neste sábado. Ele deu um chapéu fora da área no goleiro Felipe Alves e completou o lance de cabeça, para delírio da torcida santista. "Eu tinha feito um gol assim nos Emirados, mas não lembro se o goleiro estava fora da área. A jogada foi igualzinha, mas com todo o respeito aos Emirados, não dá para comparar com o Paulista, que é um torneio muito mais complicado", explicou.

Enquanto conversa com o Santos para tentar um acordo, alguns clubes brasileiros e do Oriente Médio já sondam o atleta. Pelas declarações, a tendência é que o atacante permaneça no País e a prioridade nas conversas seja do time santista.

Mais conteúdo sobre:
futebol Santos FC Courtois

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.