Nelson Perez/Fluminense
Nelson Perez/Fluminense

Richard sofre lesão e não deve mais jogar pelo Fluminense neste ano

Volante teve diagnosticado um estiramento na panturrilha da perna esquerda

Estadão Conteúdo

06 Novembro 2017 | 20h22

Os jogadores do Fluminense se reapresentaram nesta segunda-feira no CT Pedro Antônio, na Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio de Janeiro, depois da vitória de virada por 2 a 1 no clássico contra o Botafogo. Uma baixa importante foi sentida por todos. O volante Richard sofreu um estiramento na panturrilha da perna esquerda no clássico e vai desfalcar o time nas próximas partidas, correndo o sério risco de não entrar mais em campo nesta temporada.

+ Abel exalta atuação no clássico e força mental do time para virar o placar

Aos 23 anos, Richard chegou ao Fluminense - vindo do modesto Atibaia, do interior paulista - em agosto sem muita badalação. Ganhou uma chance no time titular, foi aprovado pelo técnico Abel Braga e não saiu mais. Sem ele, o comandante tricolor tem três opções para a partida contra o Coritiba, nesta quinta-feira, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, e para os jogos restantes do Brasileirão: Wendel, Marlon Freitas ou Orejuela.

Nesta segunda-feira, os atletas que iniciaram a partida contra o Botafogo fizeram apenas um trabalho físico, enquanto que os demais participaram de um disputado treinamento de oito contra oito em campo reduzido. O ambiente está mais leve depois da vitória no clássico, pois o Fluminense chegou a 42 pontos no Brasileirão e está a cinco do G-7 - atual grupo de classificação à Libertadores -, além de sete acima da zona de rebaixamento.

O zagueiro Renato Chaves lembrou da importância de somar pontos para se afastar de vez da parte de baixo da tabela de classificação. "A gente tem um time bom, que sabe ler o jogo. Infelizmente, tivemos muitas lesões durante o ano, o que afetou nosso desempenho e como consequência, tivemos algumas derrotas, mas estamos sempre dando o melhor. Não temos time para brigar lá embaixo", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.