1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Copa 2014

Rio receberá quase um milhão de pessoas na Copa do Mundo

Thaise Constancio e Lara Monsores, especial para o Estado - O Estado de S. Paulo

27 Maio 2014 | 19h 14

Estimativa é que 400 mil visitantes estrangeiros e 450 mil turistas brasileiros, além de imprensa e dirigentes, gastem mais de R$ 1 bilhão na cidade

RIO - O Rio receberá quase um milhão de pessoas na Copa do Mundo, que deverão injetar mais de R$ 1 bilhão na economia municipal, segundo estimativa da secretaria municipal de Turismo (RioTur). Somente com as obras da Transcarioca (corredor exclusivo de ônibus) e do entorno do Maracanã, a Prefeitura gastou R$ 1,8 bi.

 

A cidade hospedará as seleções da Inglaterra, Holanda e Itália, a imprensa internacional, os dirigentes da Fifa e os 90 árbitros e assistentes. O Maracanã será palco de seis jogos e da final do Mundial. Serão 400 mil visitantes estrangeiros, 450 mil turistas brasileiros e 18 mil jornalistas, que já ocupam 80% da rede hoteleira municipal. Com capacidade para 20 mil pessoas por dia, o Fifa Fan Fest funcionará nos 25 dias de jogos.

A RioTur estima em R$ 5,7 milhões os gastos com material informativo, sinalização e pessoal para receber os visitantes. Em toda a cidade serão 31 postos de informações nos aeroportos, rodoviária, estações de metrô e BRT, no Maracanã e em bairros turísticos como Copacabana, Ipanema, Centro e Lapa.

Locais com grande circulação de visitantes (como estações de trem e metrô, pontos turísticos e o entorno do Maracanã) receberão 3.700 placas e adesivos de sinalização com datas e horários dos jogos no Rio. A expectativa da RioTur é que tudo esteja pronto até 5 de junho, “para evitar desgaste” do material antes dos jogos. A data também marcará o início do funcionamento do aplicativo Rio Guia Oficial (para celulares com sistemas operacionais iOS e Android) com informações sobre a cidade, principais pontos turísticos, bares, restaurantes e hotéis, além dos guias impressos (4,1 milhões de exemplares).

A imprensa terá três espaços: o International Broadcast Center (IBC), no Riocentro, na Barra, com capacidade para 18 mil jornalistas; o Presentations Studios, em Copacabana, que terá dez estúdios de emissoras de televisão de todo o mundo; e o Centro Aberto de Mídia (CAM), no Forte de Copacabana, para todos os profissionais. A expectativa da RioTur é que 3,6 bilhões de espectadores assistam aos 64 jogos via TV ou internet.

Os vendedores ambulantes do entorno do Maracanã também se preparam para receber bem os turistas. Misturando inglês e espanhol, Cláudio Silva, de 42 anos, consegue se comunicar com os turistas. “Sei falar algumas coisas do meu jeito. É o inglês Joel Santana. Por exemplo: uno é três reales, dois é cinco”, brincou. Com gestos, ele conseguiu vender uma camisa para um turista inglês. Já Lourival Carvalho, de 43, comprou um livro de inglês para aprender “os preços das mercadorias”. “Direta e indiretamente, trabalhamos com turismo. Então, temos que saber o básico, pelo menos, para ter uma comunicação com o turista. O mundo todo vem conhecer o Maracanã”.

Copa 2014