1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Copa 2014

Robben crava que seleção alemã será campeã do mundo

AE - Agência Estado

10 Julho 2014 | 16h 57

Durante entrevista para a revista alemã Kicker, o atacante declarou que teve azar nos pênaltis contra Argentina, em jogo da semifinal

O atacante da seleção holandesa, e também do Bayern de Munique, cravou nesta quinta-feira que a Alemanha será campeã do mundo no Brasil. Em entrevista para a maior revista de esportes alemã, a Kicker, o holandês afirmou que a Argentina não tem a mínima chance diante dos alemães. "A Alemanha será a campeã do mundo. Para mim está tudo bem claro. Os argentinos não terão nenhuma chance", profetizou o atacante da Holanda.

Na entrevista, o jogador afirmou também estar decepcionado por sua seleção ser eliminada pela Argentina na semifinal, no Itaquerão, na quarta-feira, quando perdeu nos pênaltis por 4 a 2, após empatar por 0 a 0 no tempo normal e na prorrogação. Ao mesmo tempo, Robben disse se sentir orgulhoso por aquilo que sua equipe apresentou na partida e neste Mundial. "No primeiro tempo não entendemos como poderíamos criar alguma coisa a partir do nosso domínio de bola. Jogamos muito acelerados e perdíamos a bola com facilidade. Depois do intervalo e no decorrer do segundo tempo melhoramos nosso jogo cada vez mais. Por não correr riscos, também não criamos nenhuma chance de perigo", afirmou o holandês. "Sair desta maneira trágica também faz parte do futebol", completou Robben, ao comentar a eliminação nos pênaltis para os argentinos.

Ele também falou sobre o lance no último minuto do tempo normal, quando foi travado por Mascherano no último segundo, no que poderia ser o gol da classificação holandesa para a final. "Foi uma boa oportunidade, mas não poderia fazer mais do que fiz naquele momento. Entrei na área um pouco sem equilíbrio, porque queria sair da direção do gol e tive de mudar meu sentido, em direção ao gol. E o argentino (Mascherano) escorregou na hora certa na grama para travar meu chute", justificou.

JOSE PATRICIO/ESTADÃO
A Holanda treinou nesta quinta-feira, no Pacaembu

Sobre a definição nos pênaltis da vaga para a final, o mesmo tipo de decisão ocorrida nas quartas de final contra a Costa Rica, Robben avalia que a Holanda não passou por causa da sorte contra os costarriquenhos, mas por causa de um bom trabalho na preparação para as cobranças. "Hoje (quarta), contra a Argentina, não fomos tão bem nas cobranças. Tivemos um pouco de azar também. Infelizmente, isso também faz parte do futebol", concluiu o atacante.

Copa 2014