1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Copa 2014

Robben não vê Holanda entre favoritas ao título da Copa

AE - Agência Estado

11 Junho 2014 | 10h 36

Vice-campeã em 2010, a Holanda não chega para a Copa do Mundo desse ano como uma das favoritas ao título. Pelo menos foi essa a análise de um de seus melhores jogadores, o atacante Arjen Robben, que não colocou sua seleção entre as principais postulantes ao troféu e lamentou a dificuldade do Grupo B, que conta ainda com Espanha, Chile e Austrália.

"Na minha opinião, Brasil, Argentina, Espanha e Alemanha são as favoritas. Será complicado porque temos um grupo muito difícil. A Espanha é a atual vencedora da Copa e de duas Eurocopas. Isso diz tudo. O Chile também tem um time muito forte, com jogadores realmente bons que atuam de forma ofensiva. E a Austrália é fisicamente forte. Jogamos algumas partidas contra eles e nunca conseguimos vencer", disse, em entrevista ao site da Fifa.

De fato, de 2010 para 2014 a Holanda teve uma queda técnica, com o envelhecimento de algumas de suas principais peças, como o próprio Robben, Van Persie e Sneijder, e a falta de reposição à altura. Para piorar, em março uma das esperanças da equipe, o meia Kevin Strottman, lesionou o joelho e ficou de fora da convocação para a Copa.

Isso fez com que o técnico Louis van Gaal mudasse o esquema tático do 4-3-3 para o 5-3-2, mas Robben parece ter gostado desta alteração. "Jogamos três partidas com esta formação e em nenhuma delas - contra Equador (1 a 1), Gana (vitória por 1 a 0) e País de Gales (vitória por 2 a 0) - nossos oponentes criaram muitas chances, enquanto nós criamos. Estou realmente confiante de que essa é a melhor forma para jogarmos o torneio."

Se mantém a animação para a Copa desse ano, Robben não esquece a de 2010. Na África do Sul, a Holanda fez grande campanha e só perdeu a decisão para a favorita Espanha na prorrogação. Para piorar, o atacante teve a chance de garantir a vitória no segundo tempo da partida, mas perdeu chance cara a cara com Casillas. "Penso muito sobre isso. Machuca perder uma chance dessa."

Copa 2014