1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Robinho admite alívio após desencantar com a camisa do Atlético-MG

- Atualizado: 07 Março 2016 | 10h 34

Atacante marca três gols na vitória sobre o Tombense

Autor de três gols do Atlético-MG na vitória por 4 a 1 sobre o Tombense, no último domingo, no estádio Independência, em Belo Horizonte, Robinho admitiu alívio por ter desencantado em grande estilo com a camisa de sua nova equipe. O atacante até levou a bola do jogo para casa como recordação.

"Quem faz três pode levar a bola para casa. Feliz pelos gols, mas mais ainda pela vitória do Atlético. Quem vê o placar, pode achar que foi um jogo fácil, mas foi difícil. Eles marcaram muito, mas a gente sabia que eles não iriam aguentar o tempo todo daquela forma. Aí, mantivemos o ritmo e, no segundo tempo, os gols saíram naturalmente", afirmou o jogador, ao analisar o triunfo atleticano pela sexta rodada do Campeonato Mineiro.

Robinho poderá enfrentar o Santos pela primeira vez

Robinho poderá enfrentar o Santos pela primeira vez

Contratado como grande reforço do Atlético para esta temporada, Robinho teve um início discreto com a camisa do clube, mas agora começa a adquirir maior entrosamento com os seus novos companheiros de time e os três gols marcados neste domingo fizeram o atleta tirar um peso que já começava a pesar sobre suas costas.

"Muito bom, tira a ansiedade, eu estava ansioso para fazer o gol e ajudar meus companheiros. Estou muito feliz pela vitória e os gols são consequência", afirmou o atacante, que agora já projeta o duelo de quinta-feira contra o Colo-Colo, no Chile, pela Copa Libertadores.

"A gente sempre entra em campo pensando em ajudar o time a vencer, mas fico muito feliz por ter feito os três gols hoje (domingo). A cada jogo que passa, a gente vai pegando mais entrosamento. Enfim, estou feliz pela vitória, pelos gols e agora é descansar e pensar na Libertadores", completou.

O técnico Diego Aguirre, por sua vez, enalteceu neste domingo a boa atuação de Robinho, que fez até um gol de cabeça após uma cobrança de escanteio, coisa rara em sua carreira, tendo em vista as suas características.

"O Robinho fez um bom jogo, teve dificuldade no primeiro tempo, como toda a equipe, mas, no segundo tempo, pôde marcar esse primeiro gol tão esperado por todos e, ainda, mais dois. Então, a expectativa que temos com ele vai, aos poucos, se tornando realidade. Tomara que continue assim para poder ser o grande jogador que ele é", ressaltou o comandante.

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em EsportesX