Luiz Munhoz/Fato Press
Luiz Munhoz/Fato Press

Rodrigo Dourado desfalca Inter por três semanas; goleiro vira dúvida

Lesão muscular na coxa esquerda afasta volante; com dores na perna esquerda, Danilo Fernandes pode ficar fora contra o Brasil de Pelotas

Estadão Conteúdo

05 Outubro 2017 | 19h02

O técnico Guto Ferreira, do Internacional, sofreu uma importante baixa nesta quinta-feira. O volante Rodrigo Dourado teve confirmada contusão que vai tirá-lo do gramado pelas próximas três semanas. Uma lesão muscular na coxa esquerda afastará o meio-campista da equipe, nesta reta final da Série B do Campeonato Brasileiro.

+ D'Alessandro comemora liderança e provoca gestão anterior do Internacional

Dourado se machucou na terça-feira, durante a partida contra o Paraná, na Arena da Baixada, em Curitiba. Com dores, o jogador deixou o gramado ainda no primeiro tempo da partida, que terminou com vitória do Paraná por 1 a 0. O volante permaneceu com dores na quarta e, nesta quinta, teve confirmada a lesão.

Com prazo de recuperação de três semanas, Dourado vai desfalcar o Inter por ao menos três partidas na Série B, contra Brasil de Pelotas, Boa e Criciúma. Seu provável retorno deve acontecer somente no confronto com o Ceará, no fim do mês.

A baixa de Dourado não foi a única preocupação de Guto Ferreira nesta quinta. Durante o treino, o goleiro Danilo Fernandes sentiu dores e virou dúvida para o duelo contra o Brasil de Pelotas, na segunda-feira, no Beira-Rio.

Fernandes reclamou de dores ao sofrer uma pancada na perna esquerda. Ele será avaliado pelo departamento médico nas próximas horas e só saberá na sexta se terá condições de entrar em campo na segunda.

Com risco de sofrer duas baixas na próxima rodada, o treinador colorado terá ao menos dois reforços para a partida contra o Brasil de Pelotas. Serão o zagueiro Víctor Cuesta e o atacante William Pottker, que cumpriram suspensão na última rodada e poderão voltar ao time na segunda.

Mais conteúdo sobre:
Inter [Sport Club Internacional]

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.