Bruno Cantini/Atlético
Bruno Cantini/Atlético

Roger festeja e diz que título dá segurança ao seu trabalho no Atlético-MG

Técnico chegou a conviver com críticas no início do ano

Estadão Conteúdo

07 Maio 2017 | 21h10

O técnico Roger Machado comemorou muito o título do Atlético no Campeonato Mineiro, após a vitória sobre o Cruzeiro por 2 a 1, no estádio Independência, neste domingo. Para ele, a conquista dá maior segurança à continuidade do seu trabalho e aumenta a confiança do elenco.

"Estou muito feliz, muito satisfeito com o dever cumprido", comentou o treinador após o jogo. "Era importante carimbar esse início de trabalho com a conquista do regional. Foi a primeira decisão do ano, as demais foram diluídas no início do ano, então é importante pela segurança da continuidade e da confiança."

Na avaliação de Roger, o título coroou a montagem de um modelo de jogo, algo mais importante do que a própria formação de um time. "Montar um modelo de jogo é mais demorado do que montar um time. Mas, depois de montado, é muito mais duradouro", avaliou o técnico, acrescentando a importância do elenco ter entendido sua proposta.

"Estou feliz de ter contado com atletas que compraram minha ideia desde o começo do ano, após um começo naturalmente irregular, por conta do processo de formação de um novo time", complementou Roger, que assumiu o comando do Atlético no início deste ano.

O treinador detalhou ainda o meio-campo formado por três volantes - Rafael Carioca, Adílson e Elias - na vitória deste domingo. "Quando fui questionado sobre os três volantes, ainda estávamos jogando no 4-1-4-1, o que deixaria o meio pesado porque você não tem um jogador de articulação mais leve, como o Robinho", explicou. "A partir do momento que mudamos para o 4-2-3-1, ou o 4-4-2 no defensivo, pude ter o Robinho por trás do Fred e minha trinca de volantes."

Mais conteúdo sobre:
futebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.