Claudio Peri/ EFE
Claudio Peri/ EFE

Roma bate a Juventus de virada e mantém viva a esperança de título na Itália

Time de Luciano Spalletti chegou aos 81 pontos com duas rodadas para o fim

Estadao Conteudo

14 Maio 2017 | 18h02

A Juventus tinha tudo neste domingo para conquistar o seu sexto título consecutivo no Campeonato Italiano. Era só, ao menos, empatar e comemorar. Mas a Roma não deixou. Venceu de virada por 3 a 1, no estádio Olímpico, em Roma, pela 36.ª e antepenúltima rodada, e manteve viva a sua esperança de conquistar a taça. Com o resultado, até o Napoli ainda tem chances.

Com 85 pontos, a Juventus segue tranquila na ponta e depende apenas de mais uma vitória nos dois jogos que restam para ser hexacampeã. No próximo domingo, enfrentará o Crotone, que luta contra o rebaixamento, em Turim. Depois, pegará o Bologna fora de casa. Neste meio de semana, na quarta-feira lutará por outro título: o da Copa da Itália. A final será contra a Lazio, em Roma. E ainda fará a decisão da Liga dos Campeões da Europa contra o Real Madrid, no dia 3 de junho, em Cardiff, no País de Gales.

A vitória levou a Roma aos 81 pontos e ainda com esperanças. Se não conquistar o título, lutará pelo segundo lugar, que dá vaga direta à fase de grupos da próxima Liga dos Campeões. O Napoli vem logo atrás com 80. Os romanos ainda encara Chievo Verona, fora de casa, e Genoa, em Roma. Os napolitanos recebem a Fiorentina e viajam até Gênova para enfrentar a Sampdoria.

Em campo, a Juventus parecia que iria resolver tudo neste domingo. Nos primeiros minutos, imprimiu pressão e até mandou uma bola na trave antes de abrir o placar com Lemina, aos 21 minutos. No entanto, a reação da Roma foi imediata e o empate veio com De Rossi, aos 25.

O empate ainda dava o título à Juventus, mas a Roma foi ao ataque e conseguiu a vitória em dois bonitos gols. Aos 11 minutos, El Shaarawy recebeu na esquerda e chutou colocado no canto esquerdo de Buffon. Aos 20, foi a vez do belga Nainggolan aproveitar um rápido contra-ataque e chutar cruzado na saída do experiente goleiro para decretar a vitória romana.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.