Romário deve estar com virose

O artilheiro Romário, do Vasco, melhorou e a hipótese de que esteja com dengue é cada vez menor. A tendência é a de que uma virose seja a causa do seus problemas de saúde. O médico vascaíno Clóviz Munhoz afirmou que se o atacante apresentar uma melhora, como a desta segunda-feira, provavelmente poderá realizar um trabalho físico nesta terça-feira no clube. As dores no corpo de Romário diminuíram e o uso de anti-térmicos foram suspensos, pois ?praticamente? não apresenta mais um estado febril. Por prescrição médica, o jogador está ingerindo líquidos e fazendo repouso, em sua casa, na Barra da Tijuca, na zona oeste. Precavido, Munhoz ainda não descartou a hipótese de dengue. Porém, ressaltou que a febre e as dores no corpo de Romário, características da doença que virou uma epidemia no Rio, estão regredindo. ?Se fosse dengue a expectativa era a de que os sintomas aumentassem e não diminuíssem, como está acontecendo?, disse o médico. ?Seu quadro está evoluindo satisfatória e positivamente.? Caso o estado de saúde de Romário continue evoluindo ?satisfatoriamente?, a tendência é a de que ele seja escalado pelo técnico do Vasco, Evaristo de Macedo, para o clássico desta quinta-feira, contra o Botafogo, pela 11ª rodada do Torneio Rio-São Paulo. Se for vetado para o confronto, o artilheiro só retorna no outro clássico carioca, contra o Fluminense, no domingo. Os problemas médicos de Romário podem atrapalhar sua convocação para o amistoso da seleção brasileira, contra o Iugoslávia, no dia 27, em Fortaleza. O técnico Luiz Felipe Scolari convoca a equipe na quinta-feira e a presença do atacante ainda é incerta. Romário já declarou que tem confiança em ir à Copa do Mundo. O artilheiro disse que somente uma contusão, que o impedisse de atuar, poderia tirá-lo da disputa do Mundial. ?Pela qualidade do meu futebol, vou à Copa. Tenho é que continuar fazendo gols pelo Vasco?, considerou Romário.

Agencia Estado,

18 Março 2002 | 19h36

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.