Romário joga mal e Vasco perde

Nem mesmo o artilheiro Romário foi capaz de evitar a derrota do Vasco para o CSA, por 2 a 1, na primeira partida pelas oitavas-de-final da Copa do Brasil, nesta quarta-feira à noite, em Maceió. Durante o confronto, o atacante teve somente uma chance e, diante da postura defensiva da equipe carioca, auxiliou os companheiros na marcação. Por atuar em casa, o CSA atacou o Vasco desde o início do primeiro tempo. Várias oportunidades de gol foram criadas, mas a equipe alagoana errou muitas finalizações. A melhor chance foi aos 27 minutos com o atacante Cristiano que chutou forte e obrigou o goleiro Fábio a fazer uma bela defesa. Já Romário desperdiçou boa chance. Melhor na partida, o CSA surpreendeu o Vasco logo a 1 minuto do segundo tempo e inaugurou o marcador depois de uma bela jogada do atacante Toninho que, de calcanhar, tocou para o meia Cleiton fazer o gol. Para aumentar a vantagem, a equipe alagoana soube aproveitar a desorganização vascaína e, após uma falha defensiva do adversário, o meia Rubiano assinalou o segundo gol, aos dez minutos. Em desvantagem no placar e em uma noite apagada de Romário, que pouco pegou na bola durante a segunda etapa, restou ao Vasco tentar diminuir a diferença para ter a vantagem da vitória pelo placar por 1 a 0, na segunda partida, no Rio. Aos 30 minutos, o lateral-esquerdo Alex Oliveira cruzou para o meia Felipe que, da pequena área, fez o único gol da equipe carioca e encerrou o marcador.

Agencia Estado,

27 Março 2002 | 21h11

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.