1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Ronaldo e Andrés podem administrar a Arena Pantanal

ADILSON CHINNA - Agência Estado

24 Junho 2014 | 14h 26

A poucas horas de sediar o seu último jogo na Copa do Mundo, entre Japão e Colômbia, na tarde desta terça-feira, a Arena Pantanal já tem futuro certo. Apesar das suspeitas de que o espaço se torne um "elefante branco", o governo do Estado de Mato Grosso confirmou abertura de edital para processo de concessão do estádio para a iniciativa privada. "Ainda não existe data definida, mas a gestão da Arena Pantanal será terceirizada", confirmou a assessoria.

E já existem até candidatos para a disputa do edital. "O Ronaldo (ex-atacante) e o Andrés Sanchez (ex-presidente do Corinthians) demonstraram interesse em administrar a Arena Pantanal", disse o presidente da Federação Mato-grossense de Futebol (FMF), Luiz Wellington da Silva. Mas a assessoria do governador Silval Barbosa não confirmou a informação.

PÓS-COPA - Os jogos do campeonato estadual (a partir de 2015) serão realizados no estádio Eurico Gaspar Dutra, o "Dutrinha". "O custo para a federação, por partida na Arena Pantanal, é de aproximadamente R$ 100 mil. Não é viável colocar jogos do campeonato estadual lá. Não temos público para tamanho espaço", informou o presidente da FMF.

Já pelo Campeonato Brasileiro deste ano, o clássico entre Santos e Palmeiras, no dia 17 de julho, com mando santista, pode acontecer em Cuiabá. Ainda serão realizados, até o final do ano, mais quatro partidas na Arena Pantanal com equipes que disputam a divisão de elite do campeonato nacional. "É um compromisso da CBF com nossa federação", concluiu Luiz Wellington da Silva.