Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Esportes

Esportes » Ronaldo Fenômeno agradece por estátua de cera em Aparecida

Futebol

Ronaldo Fenômeno agradece por estátua de cera em Aparecida

Atacante relembra milagre que lhe foi concedido por Nossa Senhora Aparecida em 2002

0

O Estado de S.Paulo

15 Fevereiro 2016 | 21h51

Ao ver sua imagem eternizada no Santuário Nacional de Aparecida, o atacante Ronaldo Fenômeno fez questão de agradecer pela homenagem e relembrou o milagre que recebeu de Nossa Senhora Aparecida. Na última sexta-feira, dia 12 de fevereiro, foi inaugurado no local um Museu de Cera com 70 estátuas, construídas três por ateliês dos Estados Unidos, Inglaterra e França.  

"Dizem que os obstáculos existem para ver até onde vai a nossa #fé. Por três vezes, lesões quase encerraram a minha carreira precocemente. Pra jogar a Copa de 2002, com os dois joelhos operados, precisei acreditar no que parecia impossível. Fiz uma promessa à #NossaSenhoraAparecida no #SantuárioNacional, e sou eternamente grato pelo #milagre", disse o artilheiro da Copa de 2002, com oito gols marcados. 

Devoto de Nossa Senhora Aparecida, o jogador fez questão de reforçar sua fé na padroeira do Brasil. "Hoje, estou muito honrado com a notícia de que uma estátua minha está no acervo do primeiro museu de cera religioso do Brasil, inaugurado pelo santuário. ‘E que nunca, jamais, em tempo algum, eu deixe de ter fé", compartilhou Ronaldo em seu Instagram.

Em 2002 o atacante vivia com a incerteza. Depois de romper o tendão patelar do joelho direito, em 2000, o jogador da Inter de Milão foi convocado para a Copa da Coreia e do Japão sem saber se conseguiria voltar em alto nível.

No dia 9 de maio de 2002, o Fenômeno visitou o Santuário Nacional pedindo à Nossa Senhora Aparecida que seus dois joelhos operados aguentassem a disputa da competição. O camisa 9 da seleção teve seu pedido atendido e terminou a competição sem qualquer tipo de lesão.

No dia 30 de julho Ronaldo voltou à Basílica de Aparecida, no Vale do Paraíba, interior paulista, para agradecer. De presente, deixou no local uma peça de cera no formato de seu joelho, uma camisa autografada e uma bola da Copa de 2002.

Comentários