Ronaldo não quer polêmica com Felipão

Sem criar polêmica com o técnico da seleção brasileira, Luiz Felipe Scolari, e evitando comentar sobre a sua possível transferência para o Real Madrid (Espanha), o artilheiro Ronaldo desembarcou na manhã desta quinta-feira, no Aeroporto Internacional Tom Jobim, na zona norte do Rio. O jogador foi recebido por alguns torcedores e pela mãe, Sônia. Ele retornou ao Brasil para a disputa do amistoso contra o Paraguai, dia 21, em Fortaleza. Ronaldo disse não estar preocupado em reencontrar Scolari após o episódio em que o treinador chamou o artilheiro de "mimado" e disse que o Fenômeno jamais recuperaria a boa forma. "Espero que não haja nenhum constrangimento, mas, de qualquer forma, quem falou foi ele e eu só me defendi", afirmou o jogador. O encontro entre os dois deve ocorrer na segunda-feira, em Fortaleza. O artilheiro não joga uma partida desde a final da Copa do Mundo, contra a Alemanha, no dia 30 de junho, quando marcou os dois gols que garantiram o título para o Brasil. "Iniciei os treinamentos há pouco tempo e ainda estou na fase de melhorar o condicionamento físico. Não sei o quanto poderei jogar", contou. Ele disse estar animado por participar da partida comemorativa da conquista do pentacampeonato. Ronaldo esquivou-se de falar de uma eventual saída da Inter de Milão, transferindo a responsabilidade para os seus procuradores. "Eu ainda não sei de nada. Vamos esperar e só o tempo irá dizer." O jogador negou que a antecipação da viagem para o Brasil signifique um sinal do fim da "era Ronaldo" no time italiano. "Não, de maneira alguma. Eu estou liberado para um amistoso, um jogo oficial da Fifa." Ronaldo espera definir a sua situação o mais breve possível, mas negou que já tenha acertado com o Real Madrid. "Eu não tenho nada a dizer. Eles noticiaram e devem saber mais do que eu. Não sei de nada até agora", afirmou o jogador, referindo-se a uma notícia publicada pela imprensa espanhola. De acordo com o jornal Marca, o contrato já estaria assinado, faltando apenas o anúncio oficial. Na quarta-feira, a Inter atuou pela primeira rodada da terceira fase eliminatória da Liga dos Campeões, contra o Sporting (Portugal), empatando por 0 a 0. Ronaldo negou que tenha feito um acordo para não enfrentar o time português. "Não teve acordo. Eu estou treinando há uma semana e ainda não tenho condições de jogo", afirmou o atleta. O artilheiro foi autorizado pelo presidente da Internazionale (Itália), Massimo Moratti, a antecipar a sua viagem para o Brasil. Ronaldo treina nesta sexta-feira sob orientação do fisioterapeuta Nílton Petroni, o Filé, no campus R9, da Universidade Estácio de Sá, na Barra, zona oeste.

Agencia Estado,

15 Agosto 2002 | 18h19

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.