Gilvan De Souza / Flamengo
Gilvan De Souza / Flamengo

Rueda enaltece Zé Ricardo e promete Flamengo focado no Vasco

Colombiano encontra antecessor neste sábado, em clássico pelo Brasileirão

Estadão Conteúdo

27 Outubro 2017 | 16h18

Substituto de Zé Ricardo no Flamengo, o técnico colombiano Reinaldo Rueda fez questão de enaltecer o seu antecessor nesta sexta-feira, véspera do clássico contra o Vasco, sábado, às 19 horas, no Maracanã, no Rio, pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro.

+ Rever tem lesão no joelho confirmada e será desfalque no Flamengo

"Teremos pela frente um rival de respeito, que tem crescido muito. O professor Zé Ricardo os tem estimulado com essa série de resultados importantíssimos", elogiou o técnico colombiano, salientando a invencibilidade vascaína de seis partidas. "Só mostra o bom trabalho que eles têm feito."

Com o segundo duelo das quartas de final da Copa Sul-Americana marcado para quarta-feira, depois do Flamengo ter vencido o Fluminense por 1 a 0, no jogo de ida, Rueda também reforçou que seu time está focado no clássico de sábado.

"Não há nenhuma prioridade. É uma situação de faltarem oito jogos no Campeonato Brasileiro contra cinco da Sul-Americana. Estão muito similares. Estamos encarando ambas as competições com a mesma motivação", garantiu o técnico, lamentando apenas o pouco tempo de recuperação entre as duas partidas.

"Faremos um jogo que será fora do regulamento, pois há uma norma no futebol brasileiro que não se pode jogar antes de 66 horas, e jogaremos antes de 65 horas de recuperação", criticou. "Há jogadores que estão no processo de recuperação no ponto de vista fisiológico e tudo que significa o componente bioquímico do esforço. Espero que tomemos uma boa decisão, mas será uma escalação parecida com a do jogo contra o Fluminense."

Assim, com um time similar, Paquetá deve seguir como substituto de Guerrero, enquanto Rhodolfo atuará no lugar de Réver - Rafael Vaz também pode jogar se Juan for poupado. Já Márcio Araújo fica com o posto do suspenso Cuéllar.

Sobre a recuperação de Guerrero, Rueda avisou que o atacante peruano está ansioso para atuar novamente. "Paolo ainda está no departamento médico, mas quer jogar. Quer testar como está seu nível e também chegar bem para os jogos de classificação de sua seleção nacional. Depois de superar a contusão, haverá a fase de transição, que estava fazendo na semana passada para tentar jogar contra o Fluminense. Não podemos precipitá-lo, pois não queremos perdê-lo, primeiramente para nós, e depois para a seleção peruana."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.