1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Copa 2014

Ruiz diz que a Costa Rica pode sonhar alto nesta Copa

Sérgio Torres e Vítor Marques - enviados especiais a Belo Horizonte - O Estado de S. Paulo

24 Junho 2014 | 17h 13

Para o craque do time costarriquenho, a fase de grupos foi muito boa e os jogadores puderam sentir o carinho da torcida brasileira

Principal jogador da surpreendente seleção da Costa Rica, o meia ofensivo Bryan Ruiz, do PSV Eindhoven (Holanda), disse após o empate contra a Inglaterra que o projeto costarriquenho é passar pelo adversário das oitavas de final, seja ele quem for. "É possível classificar, mas sabemos que vai ser difícil. Agora é uma série diferente. Queremos chegar o mais longe possível, queremos ganhar", disse o jogador de 30 anos.

Sobre o jogo desta terça-feira, Ruiz elogiou o time da Inglaterra e lamentou que a Costa Rica não tenha conseguido vencer, embora só precisasse do empate para garantir a primeira colocação do Grupo D. "Criamos várias chances, mas não fizemos o gol", afirmou o craque costarriquenho, para quem a seleção de seu país fez "uma campanha muito positiva".

"Não perdemos, só tomamos um gol. Tivemos uma primeira fase muito boa. Sentimos o carinho do povo do Brasil", acrescentou Ruiz, que não quis falar em favoritismo da Costa Rica no Mundial. "Os favoritos são aqueles com mais experiência no torneio".

AP Photo/Martin Meissner
A Costa Rica empatou em 0 a 0 contra a Inglaterra, no Mineirão

O defensor Giancarlo González seguiu a mesma linha de Ruiz. Ele destacou a campanha da Costa Rica como "histórica" e previu mais bons resultados na competição. "Queremos alcançar um feito alto, queremos ir passo a passo. Estamos em um bom momento. Estamos preparados para jogar com qualquer rival, com o respeito que merecem, mas confiamos na gente. Estamos mostrando que podemos jogar em qualquer liga do mundo. Somos jogadores técnicos", disse o jogador de 26 anos do Columbus Crew, dos Estados Unidos.

Copa 2014