S. Caetano quer afirmação no Paraguai

As vitórias consecutivas sobre Vasco e Ponte Preta, pelo Torneio Rio-São Paulo, deixaram a situação do São Caetano bem mais tranqüila para enfrentar o Cerro Porteño, nesta terça-feira, às 20h20, em Ciudad del Este, pela terceira rodada da Taça Libertadores da América. O São Caetano, que estreou mal na competição, quando perdeu por 2 a 1 para o Cobreloa, em Calama, no Chile, deu a volta por cima e, na última rodada, goleou o Alianza Lima, do Peru, por 4 a 0. Ocupando a terceira posição no Grupo 1 da Libertadores, com três pontos ganhos, uma nova vitória pode dar a liderança da competição ao time do ABC Paulista. "Não vamos mudar nosso esquema de jogo, onde prevalece o conjunto", explicou Jair Picerni, lembrando que o grupo já superou as mudanças normais ocorridas no início da temporada, com as saídas de alguns titulares importantes como o lateral Mancine, o meia Esquerdinha e o atacante Magrão. "O time sentiu um pouquinho as mudanças, mas agora está tudo em ordem", garantiu o técnico. Para buscar estes três pontos, o técnico tem problemas para escalar a equipe. Sem poder contar com o zagueiro Daniel, que seguiu para Cuiabá com a seleção brasileira, o treinador deverá recuar Serginho para a posição e escalar Marlon no meio-campo. Além dele, o atacante Anaílson, recuperado de uma contusão no tornozelo, pode reaparecer no time titular. O problema é que Wágner, que o substituiu nas duas últimas partidas, vem sendo um dos destaques e pode ficar com a vaga. A dúvida deverá persistir até momentos antes do jogo. Outros brasileiros - Dos cinco brasileiros na Taça Libertadores da América, o Grêmio é o que vem tendo melhor desempenho na competição. Em três jogos pelo Grupo 2, ganhou todos. Com 100% de aproveitamento, os gaúchos lideram com nove pontos ganhos. Pelo Grupo 4, o Atlético-PR não está sendo nem sombra dO campeão brasileiro do ano passado. Em três jogos pela competição, conquistou apenas um empate e está bem próximo de ser eliminado. Fechando a participação dos brasileiros, o Flamengo tem demonstrado recuperação. A vitória por 4 a 1 na última quarta-feira sobre o Once Caldas, da Colômbia, o colocou na terceira posição do Grupo 8, com três pontos ganhos. Pelo regulamento, apenas os dois primeiros de cada chave garantem vaga nas oitavas-de-final da Taça Libertadores da América.

Agencia Estado,

04 Março 2002 | 15h27

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.