Elias Auê/Sampaio Corrêa
Elias Auê/Sampaio Corrêa

Sampaio Corrêa faz três no Vitória e abre boa vantagem na Copa do Nordeste

Equipe maranhense consegue grande resultado jogando em São Luís, pelas quartas de final do torneio

Estadão Conteúdo

16 Maio 2018 | 21h58

O Sampaio Corrêa deu um passo importante para conquistar uma vaga nas semifinais da Copa do Nordeste. Nesta quarta-feira, o time recebeu o Vitória no estádio Castelão, em São Luís, e venceu por 3 a 0, em jogo válido pela rodada de ida das quartas de final.

+ Chapecoense bate Atlético-MG nos pênaltis e vai às quartas da Copa do Brasil

Os dois times voltam a se enfrentar na próxima quinta-feira, no estádio Barradão, em Salvador, para definir quem avança. O time maranhense pode perder por 2 a 0 que ainda assim se classifica. Caso marque gols fora de casa, uma derrota por três de diferença também serve. O Vitória, por sua vez, precisa vencer por quatro ou mais gols de diferença para avançar direto ou por 3 a 0 para levar a decisão para os pênaltis.

Em campo, o Sampaio Corrêa chamou a responsabilidade e conseguiu criar boas oportunidades, mas também deu espaço para que o Vitória criasse algumas chances. De qualquer maneira, conseguiu abrir o placar aos 32 minutos, quando Bruninho aproveitou falha do goleiro Caíque após lançamento de João Paulo e mandou para as redes.

No retorno para o segundo tempo, o time baiano mostrou outra postura e mandou uma bola na trave logo aos seis minutos, após finalização de Nickson. Um minuto depois, no entanto, veio o balde de água fria. Maracás ficou com a bola após Fredson ajeitar de cabeça e, em mais uma falha de Caíque, marcou o segundo gol do Sampaio Corrêa.

A equipe da casa não parou por aí. Aos 30 minutos, Alyson aproveitou cobrança de escanteio e chutou de primeira para dar números finais ao jogo. Na sequência, o lateral-esquerdo foi expulso após receber o segundo cartão amarelo, já que o árbitro considerou que ele se exaltou na comemoração. Com a larga vantagem no placar, o time maranhense não teve dificuldades para segurar o resultado, mesmo com um a menos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.