Ivan Storti/Santos/Divulgação
Ivan Storti/Santos/Divulgação

Santistas querem vitória sobre Atlético-MG para manter sonho do título

Jogadores vão pensar jogo a jogo na disputa com Corinthians e Palmeiras

Estadão Conteúdo

31 Outubro 2017 | 16h26

O zagueiro Lucas Veríssimo, do Santos, reforçou o discurso do elenco de continuar pensando "jogo a jogo" e sonhando com o título do Campeonato Brasileiro. Por isso, o jogador enfatizou que o time precisa ser ofensivo diante do Atlético Mineiro, no sábado, às 17 horas, na Vila Belmiro, pela 32.ª rodada da competição.

+ Para Renato, Santos terá 'sete finais' na luta pelo título

Veríssimo elogiou o adversário e frisou a dificuldade de superar a equipe mineira, mesmo em casa. O defensor garantiu que o grupo santista está focado no objetivo de manter a perseguição ao Corinthians, líder do Brasileirão, com 59 pontos (seis à frente do Santos), e reconheceu que o resultado do dérbi, no próximo domingo, poderá dar mais ânimo ao grupo na luta pelo título.

"Temos que buscar as vitórias. A equipe sabe do que precisa e sabemos desse confronto direto do Corinthians com o Palmeiras, que pode nos favorecer. Vamos fazer a nossa parte porque, lá no final, poderemos colher bons frutos. Vamos brigar até o final. Todos os jogadores e a comissão técnica querem ser campeões. Vamos brigar até o último minuto para ser campeão", destacou o zagueiro.

Pensamento semelhante tem o lateral-direito Daniel Guedes, que vem substituindo o titular Victor Ferraz, que está contundido. O atleta citou precauções que o Santos deverá adotar para superar o time atleticano e conquistar os três pontos.

"Precisamos nos defender bem, entrar ligados do começo ao fim. O Atlético tem jogadores bons, como Robinho e Fred, que em uma bola só decidem o jogo. Temos que entrar concentrados para fazer uma boa partida e conquistar a vitória, que para nós é fundamental. Temos chances na competição e precisamos fazer a nossa parte. Vamos impor nosso ritmo de jogo", afirmou o lateral.

Daniel Guedes também relembrou com carinho do gol marcado contra o Atlético Mineiro no primeiro turno do Nacional (13ª rodada do torneio), no estádio Independência, em Belo Horizonte, quando a equipe santista venceu por 1 a 0.

"Eu lembro que foi um jogo difícil, muito complicado. O time do Atlético é muito bom e bastante ofensivo. Lembro que bem no final do jogo eu fui feliz em uma cobrança de falta e acabamos saindo com a vitória. Foi algo marcante para mim, passou um filme pela cabeça", contou Daniel Guedes.

O elenco do Santos treinou, nesta terça, no CT Rei Pelé. O técnico interino, Elano Blumer, que substituirá Levir Culpi - demitido após a derrota para o São Paulo, no sábado passado - até o fim da temporada, não confirmou o time que entrará em campo para enfrentar o Atlético Mineiro.

O treinador poderá efetuar mexidas em algumas posições. A lateral esquerda, por exemplo, deverá ter Caju ou Orinho no lugar de Zeca, que está afastado do clube. No ataque, Elano tem uma lista de opções que podem ocupar a vaga de Copete, ainda não confirmado como titular. Arthur Gomes, Kayke, Vladimir Hernández, Thiago Ribeiro, Lucas Crispim ou Serginho podem surgir no time.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.