Santos busca força para vencer fora

O Santos encara a partida contra o Fluminense, no sábado, no Maracanã, pela Liga Rio-São Paulo, como decisiva e para tanto, o técnico Celso Roth deve fazer grandes alterações na equipe. A principal delas é a escalação do zagueiro André Luis. Nesta quarta-feira, o jogador mais uma vez compôs o time titular ao lado de Odvan. Apesar de testar o jogador na posição, formando a equipe no 4-4-2, Roth despista quanto a confirmação do defensor no time. "O André Luís está tendo uma oportunidade no time principal, depois do bom trabalho que realizou entre os reservas, mas isso ainda não está definido". Para o meia Robert, o líder do time do Santos, "a situação não é cômoda, nem desesperadora". É com esse pensamento que os santistas estão unidos para tentar a primeira vitória fora de casa. A necessidade de vencer fez com que o treinador tirasse o volante Paulo Almeida para a entrada de Renato na posição. Isso garante uma ligação mais rápida da defesa com o meio-de-campo e aumenta a eficiência no passe de bola. "No Maracanã, um campo grande, sempre há mais espaço e temos que aproveitar as oportunidades de contra-ataque com o toque de bola". A armação de jogadas de ataque deverá ficar com Diego e Esquerdinha, sendo que Robert atuará mais avançado, ao lado de Oséas, que garantiu a posição depois da confusão armada com os boatos sobre a rescisão de seu contrato. Com isso, William fica mais uma vez no banco. "Sempre busco firmar-me entre os 11 escalados", disse ele. Cálculos - Com 14 pontos, o Santos ainda só depende dele para conseguir uma das quatro vagas para a próxima fase e uma vitória sobre o Fluminense acaba sendo importante não só pela soma dos três pontos. "Pretendemos uma vitória para voltar ao grupo com mais chances de classificação", disse o técnico Celso Roth, que espera vencer fora de casa para iniciar uma nova fase. "A equipe ainda não tem o equilíbrio necessário fora de casa e precisa de uma vitória para buscar uma seqüência de bons resultados". Robert concorda. "Temos três partidas em casa e três fora, onde precisamos obter pontos para não complicar o trabalho de classificação".

Agencia Estado,

13 Março 2002 | 19h16

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.