1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Santos disputa com Atlético-MG para trazer atacante Robinho

- Atualizado: 09 Fevereiro 2016 | 07h 01

Clubes fazem propostas e agora aguardam decisão do jogador

O Santos aguarda com pessimismo pela resposta de Robinho. A diretoria espera que até a próxima semana o atacante dê alguma resposta, embora encare sem muita expectativa a negociação por causa da demora do atacante em responder e também pela concorrência do Atlético-MG. O Santos propôs um salário de R$ 600 mil ao atacante, que deixou o Guangzhou Evergrande.

O outro clube na disputa pelo jogador, o Atlético-MG, conseguiu oferecer uma proposta melhor e também estipulou um prazo para a resposta. A diretoria quer Robinho ainda para a fase de grupos de Copa Libertadores. E como o prazo para inscrição é até 48h antes da estreia, a equipe espera contar com a definição do atacante até a próxima segunda-feira.

Robinho pode fazer a sua quarta passagem pelo time da Vila Belmiro

Robinho pode fazer a sua quarta passagem pelo time da Vila Belmiro

Apesar de ter a preferência do atleta, o Santos ficou atrás na disputa por dois fatores. O primeiro é o valor e o outro, a indefinição na diretoria. Com o presidente do clube Modesto Roma Junior hospitalizado e em repouso no feriado de Carnaval, a negociação por enquanto está parada e aguarda a resposta do Robinho para a proposta realizada semana atrás.

PREPARAÇÃO

O zagueiro David Braz postou nesta segunda-feira em uma rede social um vídeo da sua preparação física. O defensor não atua desde que lesionou a coxa esquerda na final da Copa do Brasil. A expectativa é que ele retorne a atuar no dia 20, no clássico que será contra o mesmo adversário no mesmo local da decisão: o Palmeiras, no Allianz Parque.

Santos em 2016
Reprodução|SporTV
Santos

O Santos eliminou o jogo de volta na Copa do Brasil ao fazer 3 a 0 no Galvez-AC

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em EsportesX