Assine o Estadão
assine

Esportes

Santos

Santos diz na Justiça espanhola que foi enganado por Neymar

Afirmações foram feitas pela advogada Fatima Bonassa nesta terça

0

O Estado de S.Paulo

02 Fevereiro 2016 | 15h16

O Santos se sentiu enganado por Neymar na transferência ao Barcelona após a revelação de que o valor da negociação não foi apenas de 17,1 milhões de euros (R$ 74,5 milhões) declarados inicialmente. Em linhas gerais, esse foi o teor do depoimento que a advogada do Santos, Fátima Cristina Bonassa, ofereceu nesta terça-feira, na Audiência Nacional espanhola ao ser convocada para depor no processo sobre eventuais fraudes na transferência de 2013.

Em um longo depoimento, que durou cerca de seis horas, a brasileira afirmou acreditar que Neymar sabia dos detalhes da operação, pois era maior de idade em 2013. De acordo com a Lei Pelé, o clube precisa ter a autorização do atleta para negociá-lo, e que Neymar insistiu que queria ir para o Barcelona, o que forçou o Santos a aceitar os 17,1 milhões de euros oferecidos pelos espanhóis.

Ela também disse que, ao tomar conhecimento das primeiras investigações, a diretoria do Santos entendeu a motivação do atleta ir querer se transferir para o Barça e não a outro clube. Segundo ela, o clube havia recebido proposta muito maiores, mas Neymar queria fechar com o Barcelona.

O Ministério Público espanhol suspeita de corrupção e fraude nos 40 milhões de euros que o Barcelona pagou para ele. Na explicação dos advogados de Neymar, a quantia foi paga como multa por contratar o jogador antes do final de seu contrato. Neymar pai e Neymar negam fraude - mesmo posicionamento do ex-presidente Sandro Rosell, ouvido ontem, - e alegam que os 40 milhões recebidos são referentes à comissão e direitos de imagem.

Josep Bartomeu deixa a sede da Audiência Nacional, em Madri

 

Para a Justiça espanhola, o pagamento feito a Neymar foi uma manobra para driblar o Fisco e os donos dos direitos econômicos (Santos, DIS e Teísa).

Posteriormente ao anúncio do Santos de que Neymar teria sido vendido por 17 milhões de euros, o clube catalão declarou que a contratação de Neymar havia custado 57 milhões. Pressionada na época, a diretoria do Barça depois corrigiu as cifras e admitiu que o valor foi superior a 85 milhões de euros, fato que levou à queda da antiga diretoria.

Neymar e seu pai, Neymar Santos, prestam depoimento nesta terça-feira à tarde no Superior Tribunal de Madri para darem mais detalhes sobre a transferência.

Comentários