Gabriela Bilo/Estadão
Gabriela Bilo/Estadão

Santos espera novo show de Robinho no Pacaembu

Diante do Linense, Alvinegro aposta mais uma vez no craque

Sanches Filho, O Estado de S. Paulo

01 Março 2015 | 07h00

O Santos deve levar grande público ao Pacaembu, neste domingo às 18h30, para o confronto contra o Linense, pela 7.ª rodada do Campeonato Paulista. A expectativa é de que Robinho, depois de render abaixo de sua capacidade em algumas partidas, repita a atuação de domingo passado, na vitória por 3 a 1 diante da Portuguesa, quando marcou dois gols e deu o passe para o terceiro, de Cicinho, além de exibir todo o seu repertório de dribles e firulas.

Para os jogadores mais novos do Santos, Robinho é o exemplo a ser seguido do garoto que teve uma infância de extrema dificuldade e se tornou celebridade, rico e vencedor graças à bola. Robinho de domingo passado levou o torcedor à uma volta no tempo. Para a direção santista, o atacante é motivo de alegria e de preocupação.

Com ele, o time aumenta muito as possibilidades de voltar a ser campeão e de atrair um bom patrocínio master, depois de mais de dois anos jogando com a camisa sem nenhuma marca estampada, mas também a pressão se torna maior pela sua permanência no clube depois do término do empréstimo gratuito do Milan até 30 de junho.

Endividado, o Santos não terá como concorrer nem mercados alternativos se o clube italiano mantiver a determinação de recuperar parte dos  22 milhões pagos ao Manchester City, da Inglaterra, na sua contratação. E se Robinho não ficar o baque será grande.

Enquanto tem Robinho, Enderson Moreira comemora, além de destacar a sua participação na evolução do atacante. “Ele é a nossa principal referência técnica e tem alegria imensa de jogar. Algumas pessoas podem não ter percebido, mas Robinho cresceu em muitos aspectos ultimamente, assumindo compromisso tático e usando inteligência para abrir espaços para os companheiros”, disse o treinador.

Robinho atribui ao fato de não ter feito a pré-temporada as dificuldades que enfrentou no ano passado. Como se preparou bem em janeiro, os primeiros resultados começam a aparecer. Contra a Portuguesa, o atacante de 31 anos voltou a dar piques em direção ao gol e a confundir a marcação adversária com movimentação constante.

Valencia estreia. Ainda sem poder contar com Caju, uma das últimas revelações da base e novo titular da lateral-esquerda desde a saída do chileno Mena para o Cruzeiro, Enderson mantém Victor Ferraz improvisado na posição.

Nos treinos da semana, o técnico fez apenas uma mudança no time em relação do jogo passado. Sai o jovem Lucas Otávio e entra o experiente colombiano Valencia na função de primeiro volante. Com a perda de Alison (vai passar por cirurgia no joelho direito e só deve voltar a jogar no fim do ano ou na próxima temporada), Enderson escalou o volante Leandrinho contra o São Bernardo e o garoto Lucas Otávio diante da Portuguesa, no último domingo, enquanto Valencia apurava a forma física e aguardava a sua chance.

SANTOS X LINENSE

SANTOS: Vanderlei; Cicinho, David Braz, Werley e Victor Ferraz; Valencia, Renato, Lucas Lima e Geuvânio; Ricardo Oliveira e Robinho.

Técnico: Enderson Moreira

LINENSE: Anderson; Bruno Moura, Adalberto, Álvaro e Igor; Moisés Ribeiro, Memo, Clébson e William Pottker; Gilsinho e Diego.

Técnico: Luciano Quadros

Juiz: Douglas Marques das Flores
Local: Pacaembu
Horário: 18h30
Na TV: SporTV

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.