Ivan Storti / Santos FC
Ivan Storti / Santos FC

Santos inaugura estátua de Zito e anuncia pré-contrato com Romário

Presidente Modesto Roma Júnior confirma chegada de lateral do Ceará

Estadão Conteúdo

31 Outubro 2017 | 22h42

O Santos inaugurou nesta terça-feira uma estátua para homenagear um de seus grandes ídolos na história. Em frente ao portão 6 da Vila Belmiro, a partir de agora estará a imagem do ex-volante Zito, multicampeão pelo clube, que faleceu há pouco mais de dois anos.

+ Santistas querem vitória sobre Atlético-MG para manter sonho do título

Zito atuou por 15 anos com a camisa do Santos e se tornou a imagem de liderança do clube nas mais diversas conquistas, sendo as principais delas as Libertadores e os Mundiais de 1962 e 1963. Além do papel desempenhado em campo, ele também atuou como dirigente do time alvinegro.

"É muito especial homenagear aqueles pelos quais temos muito respeito, um carinho muito grande. É uma oportunidade que a gente tem de reconhecer um dos grandes líderes, atletas e dirigentes do futebol brasileiro", declarou o presidente do Santos, Modesto Roma Júnior.

A inauguração da estátua contou com presença de torcedores e de alguns ídolos da história santista, como os ex-jogadores Pepe, Clodoaldo, Coutinho e Mengálvio.

Durante a homenagem, Modesto aproveitou para confirmar o primeiro reforço do Santos para o ano que vem. Trata-se do lateral-esquerdo Romário, de 25 anos, um dos destaques da boa campanha do Ceará na Série B do Campeonato Brasileiro. "Temos um pré-contrato com o Romário, do Ceará, mas não lembro o tempo de contrato", limitou-se a informar o presidente.

A contratação de um jogador para a posição se tornou fundamental depois do afastamento do então titular Zeca, que entrou em litígio com o clube. Sobre este jogador, Modesto despistou. "Esse é um assunto que está no departamento de RH, será definido por eles e pelo juiz."

O presidente também falou sobre o planejamento para o ano que vem e descartou a possibilidade de Elano seguir como técnico. Modesto garantiu que o ex-jogador ficará no comando da equipe até o fim da temporada, independente dos resultados, mas explicou o porquê da garantia de mudança para 2018.

"Elano é o treinador até o fim do ano e só não continua em 2018 porque no ano que vem ele vai se dedicar à formação dele. É algo que já está acertado há muito tempo e não é essa questão que iria mudar o foco. Então, em 2018 vamos ter outro treinador", confirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.