São Caetano busca liderança isolada

Motivado pelas cinco vitórias consecutivas na temporada, o São Caetano recebe o Cobreloa, do Chile, na tarde desta quinta-feira, às 17 horas, no estádio Anacleto Campanella, no ABC paulista. O jogo vale a liderança isolada do grupo 1 da Copa Libertadores da América, já que os dois times estão empatados em primeiro lugar, com seis pontos ganhos. Tanto a comissão técnica quanto os jogadores do São Caetano garantem não haver clima de vingança pelos incidentes ocorridos no jogo contra o Cobreloa, no Chile. Na ocasião, a equipe brasileira teve dois jogadores expulsos (Marcos Senna e Somália) e ainda sofreu um gol irregular (o adversário estava impedido), o que determinou a derrota por 2 a 1. "Infelizmente isso nos atrapalhou bastante lá no Chile", lamentou o zagueiro Dininho. Mesmo assim, o São Caetano só está interessado em vencer e ficar mais perto da vaga na próxima fase. "Na verdade, o que interessa é ganhar, mesmo se for por um a zero", avisou o técnico Jair Picerni. Para este jogo, o São Caetano não tem problemas de contusão ou expulsão. Assim, a equipe titular será a mesma que ganhou do América no último domingo, pelo Rio-São Paulo. "O entrosamento do nosso time demorou a surgir, mas, aos poucos, vamos voltando à boa fase dos dois últimos anos", explicou Picerni, relembrando os dois vice-campeonatos brasileiros de 2000 e 2001.

Agencia Estado,

13 Março 2002 | 18h16

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.