Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

São-paulinos evitam empolgação após vitória e ainda miram os 47 pontos

Jogadores do tricolor contêm euforia depois de vencer o Santos e afirmam que objetivo principal ainda é não cair para Série B

Jonathas Cotrim, especial para O Estado de S. Paulo

28 Outubro 2017 | 20h25

Após a vitória do São Paulo sobre o Santos por 2 a 1, no Pacaembu, em confronto válido pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro, os jogadores do tricolor evitaram cair na empolgação. Com o resultado deste sábado, o time do Morumbi se distancia da zona de rebaixamento, mas os atletas procuraram manter os olhos no objetivo de 47 pontos, pontuação considerada a necessária para evitar de vez o descenso.

+ TEMPO REAL - São Paulo 2 x 1 Santos 

“Esse é nosso objetivo (47 pontos), não dá para ficar nos iludindo mais, temos que fazer nosso trabalho para chegar lá”, disse o goleiro Sidão na saída para os vestiários.

Já o meia Petros destacou a postura do tricolor no Pacaembu. “Fico feliz pelo comprometimento. A equipe está criando maturidade, sabendo jogar como o campeonato exige, segurando e amarrando o jogo quando é preciso”, disse. 

Os 47 pontos, alvo do time tricolor, é a pontuação do Flamengo, primeiro time na zona de classificação para a Copa Libertadores da América 2018. Mas para o meia Hernanes, destaque do confronto deste sábado, ainda é cedo para a equipe pensar em outros objetivos. “Enquanto não fizermos isso (alcançar os 47 pontos), não tem nada feito”.

Com a vitória sobre o rival, o São Paulo chegou aos 40 pontos e abriu sete de vantagem para o Vitória, primeiro time na zona de rebaixamento. O time baiano ainda joga na rodada, contra o Atlético-GO, neste domingo, no Barradão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.