Rubens Chiri/SPFC
Rubens Chiri/SPFC

São Paulo avalia Morato e mantém possibilidade de cirurgia no atacante

Atleta sofre com lesão no ligamento do joelho direito

Paulo Favero, O Estado de S.Paulo

09 Maio 2017 | 16h46

Após exames realizados, o São Paulo constatou que o atacante Morato tem uma lesão no ligamento do joelho direito, mas o clube ainda vai avaliar se o atleta passará por cirurgia. Dependendo do diagnóstico, ele pode ficar sete meses parado, na pior das hipóteses. Isso significaria perder o restante da temporada. Já na estimativa mais otimista, o jogador ficaria de seis a oito semanas fora.

"Ele teve um problema no ligamento cruzado posterior e nem sempre é caso de cirurgia. Ele fez uma avaliação, fizemos radiografia e está no limite. Pode ser que isso tenha envolvimento com o quadro inflamatório agudo do trauma. A ideia é tratar essa semana e na próxima realizaremos uma nova avaliação, pois a gente acredita que ele estará com menos dor e menos limitação. Aí, tomaremos a decisão certa. Não está afastada a possibilidade de cirurgia, mas precisamos deste tempo para decidir", explicou José Sanchez, médico do São Paulo.

Morato chegou ao clube em abril, tinha feito apenas um jogo e agradado, mas agora sofreu um duro golpe. Ele teve a lesão ao dar um carrinho no jogo-treino contra o Oeste, no sábado. Para seus companheiros de equipe, tudo será feito para ajudá-lo a se recuperar o mais rapidamente possível.

"É triste. A gente vem conversando com ele. É um menino bom, que vinha treinando forte. Todos estão solidários com ele. Machucar em amistoso é complicado, poderia ter acontecido comigo ou com outros. Agora o grupo vai abraçar ele para que possa melhorar. Aqui a fisioterapia faz um excelente trabalho e temos de estar juntos com ele nas horas boas e ruins. Isso só ajuda a nos fortalecer", disse o lateral Bruno.

Morato tinha assinado contrato de empréstimo até o fim do ano com o São Paulo. O vínculo dele com o Ituano foi ampliado até dezembro de 2018. Agora, com a lesão, resta saber como a diretoria vai lidar com o tempo de recuperação. A tendência é que o contrato seja prorrogado.

No time de Itu, Morato chegou para a disputa da Série D do Campeonato Brasileiro no ano passado e ficou nove meses no clube. Nesse período, fez 26 jogos, marcou seis gols e deu quatro assistências. Ele tem como característica a velocidade e costuma ser bastante participativo nos jogos. Atua pelos lados do campo e foi um jogador que passou pela aprovação do técnico Rogério Ceni.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.