1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

São Paulo começa a arrumar o time de 2016 pelo setor defensivo

- Atualizado: 08 Janeiro 2016 | 20h 39

Contratações de zagueiro e lateral iniciam montagem da equipe

Arrumar a defesa é a grande preocupação do São Paulo neste início de temporada. As goleadas sofridas para rivais no ano passado fizeram com que os dois primeiros reforços do elenco para 2016 sejam para o setor, que é uma das marcas dos trabalhos do argentino Edgardo Bauza, que graças à uma boa marcação levou o San Lorenzo ao título da Copa Libertadores.

A equipe de Buenos Aires confirmou a conquista em 2014 com apenas nove gols sofridos em 14 jogos. A solidez defensiva dos times dirigidos por Bauza chamou a atenção da diretoria são-paulina. Até o elenco admite a necessidade de corrigir o posicionamento. "O importante é nosso time jogar bem compacto, acredito que em 2015 faltou isso. Ficamos expostos lá atrás e sofremos muito. Espero que a gente possa marcar melhor", comentou o zagueiro Rodrigo Caio.

Edgardo Bauza tenta corrigir falhas da defesa do São Paulo

Edgardo Bauza tenta corrigir falhas da defesa do São Paulo

Preocupada com isso, a diretoria tratou de buscar contratações para a defesa. O lateral-esquedo Mena veio do Cruzeiro por empréstimo até o fim do ano, com prioridade na compra. O jogador de 27 anos tem como um dos pontos fortes a marcação. "Estou pronto para ajudar o treinador. Se ele quiser me colocar na defesa, vou me esforçar para marcar bastante", disse.

O outro reforço para a defesa será Diego Lugano. O experiente jogador chega com a responsabilidade de liderar a defesa, principalmente para orientar os jogadores mais jovens do elenco. O setor tem como opções atletas jovens como Lucão, de 19 anos, Lyanco, 18, além de Rodrigo Caio, 22. O uruguaio deve desembarcar no Brasil na próxima semana.

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em EsportesX