Divulgação
Divulgação

São Paulo descarta pressão para ganhar 1º clássico em 2015

Time encara Palmeiras após não ganhar de Corinthians e Santos

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

23 Março 2015 | 19h54

Uma condição incômoda une Palmeiras e São Paulo para o clássico desta quarta-feira, no Allianz Parque, pelo Campeonato Paulista. As duas equipes não ganharam de rivais em 2015 e do lado do Tricolor, a cobrança é ainda maior pelas duas derrotas para o Corinthians. Apesar disso, o elenco descarta estar pressionado para ganhar.

"Nós nos cobramos por vitórias. Ganhar um clássico dá moral e confiança, mas isso vai acontecer na hora certa", despistou Alan Kardec. O atacante disse nesta segunda-feira que o time tem recebido críticas em excesso e até injustas pelo que tem apresentado em campo. "Muito se falou dos jogos com o Corinthians, mas fizeram muito barulho e foi notório a melhora na segunda partida contra eles", comentou.

O São Paulo fez três clássicos em 2015. Para o Corinthians, perdeu na Libertadores (2 a 0) e no Campeonato Paulista (1 a 0), enquanto com o Santos, empatou sem gols pelo Estadual. Já do lado do Palmeiras, foram duas derrotas para os rivais, ambas pelo torneio regional - 1 a 0 diante do Corinthians e 2 a 1 para o clube da Vila Belmiro.

Segundo Alan Kardec, para ganhar do Palmeiras o time precisa se concentrar e não pode dar atenção às críticas. "Não se pode dar ouvido a tudo que se está falando sobre o São Paulo. O jogo contra o San Lorenzo (vitória pela Copa Libertadores) trouxe muita confiança para nós", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.