1. Usuário
Assine o Estadão
assine


São Paulo é arrasado pelo Fluminense no Maracanã com dois gols de Walter

Paulo Favero - O Estado de S. Paulo

22 Maio 2014 | 00h 06

Ceni e Pato marcaram para os paulistas, mas o goleiro não conseguiu segurar o ataque do rival

SÃO PAULO - Com uma atuação desastrosa da defesa, o São Paulo foi goleado por 5 a 2 pelo Fluminense, no Maracanã, e caiu para a sétima posição do Campeonato Brasileiro. O time até saiu vencendo, mas abusou dos erros e acabou sofrendo a sua pior derrota na temporada. O resultado deverá reacender no clube o debate sobre a necessidade da contratação de um zagueiro experiente.

Do meio para frente, as duas equipes contavam com jogadores talentosos e capazes de decidir o jogo. Se o Fluminense apresentava Conca, Rafael Sobis, Walter e Wagner, o time paulista respondia com Paulo Henrique Ganso, Osvaldo, Alexandre Pato e Luis Fabiano. Como as escalações eram ofensivas, os dois lados partiam para o ataque, só que os erros de passe atrapalhavam a chegada à área.

Até que aos 24 minutos, após um lindo passe de Ganso, o zagueiro Antônio Carlos invadiu a área e só foi parado com falta por Wellington Silva. O juiz marcou pênalti corretamente e Rogério Ceni abriu o placar com uma boa cobrança. O gol mexeu com o Fluminense, que se tornou mais incisivo no ataque e quase empatou com Wagner, que por pouco não alcançou cruzamento de Carlinhos.

Só que o time carioca também deixava buracos na sua defesa e, nos contra-ataques, o São Paulo levava perigo. Aos 30, por exemplo, Pato recebeu um belo passe de Ganso e chutou no canto, mas Felipe espalmou. E, quando o jogo estava equilibrado, o Flu chegou ao empate. Conca chutou, Rogério Ceni espalmou e, no rebote, Walter aproveitou vacilo de Reinaldo e deixou tudo igual. Enquanto a torcida carioca ainda comemorava, no entanto, Osvaldo cruzou para a área, Pato foi mais inteligente do que seu marcador e fez o segundo, de cabeça.

A vantagem na primeira etapa fez o São Paulo recuar após o intervalo. Empurrado pela torcida, o time da casa começou a pressionar. Tentou com Walter e com Carlinhos, mas chegou ao empate graças a uma trapalhada são-paulina. Em um escanteio, o zagueiro Lucão mandou a bola para seu próprio gol.

O segredo da mudança de comportamento do Fluminense no segundo tempo foi a melhora na marcação. O time conseguiu anular as principais jogadas do rival e foi ao ataque, aproveitando as falhas defensivas dos paulistas. Aos 20, Walter recebeu livre na área e mandou no cantinho. Pouco depois, Wagner aproveitou mais um rebote de Ceni e ampliou.

Atordoado, o São Paulo não esboçava reação e, ainda por cima, via o rival voar em campo. E não demorou para sair o quinto gol, com Rafael Sobis, que, nomeio de Lucão e Reinaldo, conseguiu tocar para o gol, o que deixou Muricy Ramalho ainda mais irritado.

FICHA TÉCNICA:

FLUMINENSE 5 x 2 SÃO PAULO

FLUMINENSE - Felipe Garcia; Wellington Silva, Gum, Elivélton (Marlon) e Carlinhos; Diguinho, Jean, Wagner (Chiquinho) e Conca; Rafael Sobis (Kenedy) e Walter. Técnico: Cristóvão Borges.

SÃO PAULO - Rogério Ceni; Paulo Miranda, Lucão, Antônio Carlos e Reinaldo; Souza, Maicon (Pabón) e Paulo Henrique Ganso; Alexandre Pato, Osvaldo (Hudson) e Luis Fabiano (Boschilia). Técnico: Muricy Ramalho.

GOLS - Rogério Ceni (pênalti), aos 25, Walter, aos 41, e Pato, aos 44 minutos do primeiro tempo. Lucão (contra), aos 7, Walter, aos 20, Wagner, aos 27, e Sobis, aos 30 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Luis Fabiano, Conca, Paulo Miranda, Pato, Reinaldo.

ÁRBITRO - Paulo Godoy Bezerra (SC).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).