Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Esportes

Esportes » São Paulo recorre à estreia de Lugano para tentar conseguir paz

Futebol

Érico Leonan/Divulgação

Esportes

Futebol

São Paulo recorre à estreia de Lugano para tentar conseguir paz

Zagueiro enfrenta o Rio Claro para ajudar a recuperar o ambiente

0

Ciro Campos,
O Estado de S. Paulo

21 Fevereiro 2016 | 07h00

A presença de Lugano como titular contra o Rio Claro, neste domingo, às 17h, no Pacaembu, pelo Campeonato Paulista, é o alento inicial para o São Paulo começar a acalmar o ambiente. A semana marcada pela sequência de crises termina com a oportunidade de o torcedor ver o ídolo uruguaio em campo e ao mesmo tempo transmitir ao elenco boas vibrações para superar o momento ruim.

Se o uruguaio foi confirmado por Edgardo Bauza como titular, Michel Bastos, um dos personagens principais da fase de turbulência, está fora da partida. Segundo o site oficial do clube, o meia não foi relacionado por opção da comissão técnica. A ausência é mais um fato entre tantos problemas internos.

Em uma semana, o São Paulo perdeu o clássico para o Corinthians, foi derrotado em casa pelo The Strongest, da Bolívia, na estreia da Libertadores, viu o assessor da presidência criticar jogadores e ainda teve de lidar com um pacto do elenco para não dar entrevistas, uma resposta ao atraso no pagamento de direitos de imagem.

O momento negativo faz da presença de Lugano certeza da convivência pacífica com a torcida. O uruguaio retornou ao clube há 40 dias, recepcionado por uma multidão no aeroporto e sabe que carrega a expectativa de solucionar problemas na defesa e agir como líder no elenco. "Podem jogar a responsabilidade que queiram. Vim aqui para isso. Se é uma expectativa real, só o desempenho em campo dirá", disse o zagueiro.

O carinho da torcida pelo defensor pesou para a diretoria querer trazê-lo como o principal reforço da temporada. A devoção demonstrada pela presença dele na despedida de Rogério Ceni faz Lugano virar uma espécie de pilar de sustentação do vínculo entre o time e os são-paulinos.

O uruguaio de 35 anos se reapresentou abaixo de peso e precisou fazer exercícios específicos para recuperar a forma física. "Estou ansioso para voltar, sentir a torcida e a responsabilidade do jogo. Se não tivesse esse sentimento, não teria voltado ao São Paulo", afirmou Lugano, que entra no lugar de Lucão.

DESABAFO

Michel Bastos ficou fora do jogo e, por meio de uma rede social, postou um desabafo. Sem comentar nada sobre sua ausência contra o Rio Claro, ele negou qualquer problema de relacionamento com Lugano, além de comentar que não foi idealizador do pacto de silêncio do grupo por causa do atraso nos direitos de imagem e rejeita comentários de que fez corpo mole para prejudicar o clube. "Não sou mau caráter ao ponto de descontar no torcedor qualquer tipo de insatisfação que eu venha a ter", escreveu.

Sem Michel Bastos, Bauza pode dar uma chance para Carlinhos no meio de campo. Ele foi testado no time titular ontem, assim como Rogério. Calleri também deve começar no lugar de Alan Kardec. O restante do time será o mesmo que perdeu para o Strongest na quarta-feira.

ADVERSÁRIO

O Rio Claro jamais venceu o São Paulo e é o lanterna do seu grupo, mas está embalado por ter conquistado a primeira vitória no meio de semana, sobre o XV de Piracicaba. O jogo foi o primeiro do técnico Sérgio Guedes no cargo. O zagueiro Alex Silva, ex-São Paulo, deve ser titular.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO X RIO CLARO

SÃO PAULO: Denis; Bruno, Rodrigo Caio, Lugano e Mena; Hudson e Thiago Mendes; Centurión, Ganso e Carlinhos; Calleri. Técnico: Edgardo Bauza.

RIO CLARO: Lucas Frigeri; Luis Felipe, Alex Silva, João Gabriel e Felipe Saturnino; Maurício, Jean Patrick, Chico e Léo Costa; Lucas Xavier e Romarinho. Técnico: Sérgio Guedes.

Juiz: José Cláudio Rocha Filho

Local: Pacaembu

Horário: 17h

Transmissão: Globo e Band

Encontrou algum erro? Entre em contato

0 Comentários

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.