São Paulo quer testar time nesta 5ª

A Copa do Brasil é considerada pelo São Paulo uma das mais importantes competições do ano. No entanto, não é só por isso que o jogo de quinta-feira, contra o Figueirense, em Florianópolis, pelas oitavas-de-final do torneio, é encarado como especial. Um bom resultado, além de deixar o time próximo da classificação à próxima fase, é visto como antídoto para o abatimento da equipe, provocado pelas duas derrotas consecutivas no Rio-São Paulo. Tanto o técnico Nelsinho Baptisa quanto os atletas estão satisfeitos em poder disputar um jogo antes do clássico de domingo, em Presidente Prudente, contra o Corinthians. Assim, a partida contra os catarinenses ganha importância maior. Uma vitória pode dar o moral que falta aos jogadores para enfrentarem o arqui-rival. Além da volta dos zagueiros Emerson e Wilson, que, suspensos, não enfrentaram o São Caetano, Nelsinho vai manter Jean. Ele substitui Maldonado, que terá de cumprir o segundo jogo da suspensão. Homenagem - O jogo de quinta-feira será especial para dois jogadores. Rogério Ceni que, ao lado de Belletti e Kaká, seguirá direto de Fortaleza, onde está com a seleção, para Florianópolis, vai completar 400 jogos com a camisa são-paulina. O volante Fábio Simplício chega aos 100. A homenagem do clube aos atletas vai ocorrer na partida de volta, dia 3, no Morumbi.

Agencia Estado,

26 Março 2002 | 18h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.