Ivan Storti/Santos FC
Ivan Storti/Santos FC

Sem espaço com Levir Culpi, volante Leandro Donizete pode sair do Santos em 2018

Chegada de Matheus Jesus pode influenciar na saída de experiente volante

Estadão Conteúdo

07 Outubro 2017 | 20h46

A chegada de Matheus Jesus no meio deste ano pode precipitar a saída de Leandro Donizete do Santos. O experiente volante não tem sido aproveitado pelo técnico Levir Culpi, só joga quando não há outra opção e deverá ser negociado no início da próxima temporada.

+ Leia mais notícias sobre o Santos

+ Confira a tabela do Campeonato Brasileiro

+ Lucas Veríssimo exalta fase do Santos e diz: 'Vamos brigar até o fim pelo título'

Leandro Donizete participou do jogo em que o Santos foi eliminado da Copa Libertadores pelo Barcelona, de Guayaquil, do Equador, em pleno estádio da Vila Belmiro, em Santos. Foi mal e desde então não tem sido mais utilizado por Levir Culpi. Enquanto isso, Matheus Jesus estreou contra o Palmeiras, na rodada passada do Campeonato Brasileiro, foi bem e está ganhando espaço.

Além de Matheus Jesus, outro volante que vive boa fase é Alisson. Formado nas categorias de base, o jogador não estava sendo aproveitado no time santista e foi emprestado ao Red Bull Brasil para a disputa do Campeonato Paulista. Após a competição estadual, retornou e seguiu sem receber oportunidade de atuar. O jogo virou e começou a favorecê-lo em junho, quando, enfim, fez sua estreia pelo Santos em 2017.

"Estou muito feliz pelo momento que estou vivendo, pela sequência de jogos que venho tendo, com boas atuações. Isso é muito importante para mim porque comecei o ano sendo emprestado, joguei o Campeonato Paulista pelo Red Bull e quando retornei não tive muitas oportunidades, mas em nenhum momento deixei isso me abalar, continuei treinando e meu momento chegou. Espero seguir com essa sequência de bons jogos", declarou Alisson em entrevista ao site oficial do Santos.

Elogiado pelo seu espírito de luta, o jogador de 24 anos acredita que o Santos têm que se preocupar em alcançar a meta estipulada entre atletas e comissão técnica para a reta final do Brasileirão sem se preocupar com a campanha de outros times.

"O Levir (Culpi) estipulou uma meta. Temos que tentar terminar o ano sem mais nenhuma derrota. Acho importante termos nossos objetivos. Mas acho que é jogo a jogo e nosso próximo compromisso será contra a Ponte Preta, então temos que ter esse pensamento de não perder para somarmos o máximo de pontos possíveis até o final do Campeonato Brasileiro", completou Alisson.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.